********CINECEARÁ 2017 — Encontra-se EM FORTALEZA, para participar do Festival de Cinema Ibero-Americano do Ceará, o ator cubano PATRICIO WOOD. Ele protagoniza, ao lado de Jorge Martínez, o novo longa-metragem de FERNANDO PEREZ (foto colorida, abaixo, nesta colagem): LOS ÚLTIMOS DÍAS EN LA HABANA. WOOD é filho de um dos maiores atores do cinema e teatro cubanos, SALVADOR WOOD, de 88 anos, protagonista da deliciosa comédia de Tomás Gutierrez Alea, o Titón, MORTE DE UM BUROCRATA (1967). WOOD PAI teve um casamento de mais de 60 anos com a atriz cubana YOLANDA PUJOL, que faleceu em 2015. PATRICIO — de pé, com o microfone, na primeira foto — seguiu a mesma carreira dos pais e conseguiu brilho próprio. Aos 16 anos protagonizou o longa EL BRIGADISTA, no qual o pai também atuou. O filme, que conquistou o Urso de Prata no Festival de Berlim, em 1978, conta a história de um jovem brigadista que vai alfabetizar adultos próximo à conflagrada região da Baía dos Porcos (Cuba, 1961, portanto em pleno processo de consolidação da Revolução Castrista de 1959). Por sua pouca idade, o brigadista é recebido com desconfiança. Hoje, com 55 anos, PATRICIO WOOD segue trabalhando no cinema e no teatro cubanos, com participação em filmes internacionais, nos quais atuou ao lado de atores famosos como o mexicano Ernesto Gómez Cruz e o italiano Gian Maria Volonté. Com TITÓN ele filmou “Os Sobreviventes”, com Juan Carlo TABÍO (parceiro de Titón em MORANGO E CHOCOLATE e GUANTANAMERA) trabalhou em “O Elefante a Bicicleta”. LOS ULTIMOS DÍAS EM LA HABANA é seu primeiro trabalho com

FERNANDO PEREZ, de 72 anos, o maior cineasta vivo da Ilha.

Enviado do Ipad de Rosário

Anúncios