CINEASTA TRANSEXUAL, CÁLI DOS ANJOS, GANHA KIKITO DE MELHOR DIREÇÃO DE CURTA-METRAGEM, EM GRAMADO, COM A ANIMAÇÃO DOCUMENTAL “TAILOR”

****HOJE, AO ABRIR A ILUSTRADA, NA FOLHA DE S. PAULO, DEPAREI-ME COM LONGA MATÉRIA SOBRE A TRANSFORMAÇÃO DA PERSONAGEM IVANA, da telenovela global “A Força do Querer”, em Ivan. Várias vozes discorrem, no texto, sobre o tema. A ele agrego imagem e foto de Cáli dos Anjos, jovem cineasta transexual, que ganhou o Prêmio Kikito de “melhor diretor” de curta-metragem, com TAILOR, em Gramado Edição 45. Creio que pela primeira vez em um festival brasileiro, um transexual é premiado por dirigir um filme. Na foto acima , que realizei durante o debate de TAILOR, uma imagem do discreto e tímido Cáli dos Anjos. Ele ganhou tambêm viagem de estudos de cinema ao Canadá 🇨🇦 ****MAIS INFORMAÇÕES na REVISTA DE CINEMA/Uol.

Enviado do Ipad de Rosário