REVISTA TEOREMA lança NÚMERO 32 – SUA ULTIMA EDIÇÃO IMPRESSA

Lançamento: Teorema 32
Editores comemoram 20 anos da revista e anunciam que será a última edição impressa

DA ASSESSORIA DE IMPRENSA

A edição 32 terá lançamento no próximo dia 16, na livraria Taverna (no prédio da Casa de Cultura Mario Quintana). Conforme os editores, será uma edição histórica, pois além de marcar os 20 anos da publicação, será a última impressa. A ideia é dar continuidade ao projeto, mas, a partir do próximo número, no formato digital.

Editorial e Conteúdo

A revista é lançada depois de um longo intervalo por conta da pandemia. Com isto, retoma-se lançamentos importantes e filmes recém lançados.
No dia 13 de setembro vimos que seria obrigatória a homenagem a Jean-Luc Godard (1930-2022). E que a análise de sua obra deveria ser assinada pelo godardiano Enéas de Souza. No texto, ele demonstra que o enfant terrible de fato não morreu. Godard é a capa da revista, em mais uma colaboração de Flávio Wild.
Ainda na França, Fabiano de Souza escreve sobre Noites de Paris, de Mikhaël Hers, e Carla de Oliveira sobre O Acontecimento, de Audrey Diwan. Ambos com fortes protagonistas femininas.
Trazendo a edição para a América do Sul, temos Memoria, um Apichatpong Weerasethakul desta vez filmando na Colômbia e analisado por Ivonete Pinto.
Da América do Norte, Daniel Rodrigues foi buscar Jordan Peele e seu Não! Não Olhe!, mais uma incursão audaz pelo fantástico.
De procedências distintas, Marcelo Miranda destrinchaquatro blockbusters deste ano, entre eles o indiano RRR: Revolta, Rebelião, Revolução, de S. S. Rajamouli.
No centro deste número, temos a entrevista super especial com a diretora Maria Augusta Ramos, expoente de um cinema documental rigoroso, que ajuda a entendermos nossa história através dos meandros da Justiça. O artigo que olha para este cinema é assinado pela documentarista Liliana Sulzbach.
Ainda em solo brasileiro, trouxemos a bem-sucedida mistura de gêneros de Marte Um, do mineiro Gabriel Martins, investigado por Roberto Cotta. Já Os Primeiros Soldados, de Rodrigo de Oliveira, sobre o início da AIDS no país, é defendido por Maurício Vassali.
Marcus Mello se debruça sobre dois filmes, encontrando convergências entre a mulher trans de Paloma e a assassina de Serial Kelly. O primeiro foi filmado em Pernambuco e tem direção de Marcelo Gomes, e o segundo foi rodado em Alagoas e é dirigido por René Guerra.
Fechando a edição, dois títulos gaúchos multipremiados em festivais. A Colmeia, de Gilson Vargas, é examinado por Fatimarlei Lunardelli, enquanto 5 Casas, de Bruno Gularte Barreto, ganha a interpretação de Alexandre Santos.

O que: Lançamento Teorema # 32
Onde: Livraria Taverna – R. dos Andradas, 736 – Centro Histórico, Porto Alegre
Quando: Dia 16 (sexta-feira) de dezembro de 2022, a partir das 19h

Valor do exemplar: 15 reais

A revista estará à venda na bilheteria da Cinemateca Paulo Paulo Amorim e na livraria Taverna.

Editores:

Enéas de Souza

Fabiano de Souza

Flávio Guirland

Ivonete Pinto

Marcus Mello

Milton do Prado

Revisão de Textos: Marcus Mello e Ivonete Pinto e

Capa: Flávio Wild

Projeto gráfico e editoração: Gustavo Demarchi

Colaboraram nesta edição:

Alexandre Santos

Carla de Oliveira

Daniel Rodrigues

Fatimarlei Lunardelli

Liliana Sulzbach

Marcelo Miranda

Maurício Vassali

Roberto Cotta

Ivonete Pinto

Revista Teorema

CinemaEscrito

UFPel

Abraccine/Accirs