MARGARITA HERNANDEZ E ANDRÉ STURM COMENTAM APONTAMENTOS SOBRE FESTIVAIS E MOSTRAS DE CINEMA

EXCESSO DE PRÊMIOS E PRESENÇA DA CRITICA EM JÚRIS OFICIAIS

Abaixo, mais duas contribuições ao debate sobre os Festivais e Mostras de Cinema brasileiros propostos por Apontamentos de minha autoria. Gostaria de sugerir aos interessados nesse assunto, que lessem verbete (FESTIVAIS BRASILEIROS) que preparei para a “Enciclopédia do Cinema Brasileiro”, organizada por Fernão Ramos e Luiz Felipe Miranda (Editora Sesc, 1998, com segunda edição atualizada), e também matérias que escrevi para a Revista de Cinema, em seus mais de vinte anos de história (em versão papel, por 15 anos, e versão digital, nos últimos cinco). Em especial texto publicado em 2005. Depois das intervenções de Margarita Hernandez e de André Sturm, faço minhas considerações.

****** Margarita Hernandez, diretora artística do Cine Ceará, cineasta e autora de vários curtas e do longa-metragem “Che – Memórias de Um Ano Secreto

“Gostaria de colocar observação relativa aos prêmios dos festivais: existe um apelo dos sindicatos dos técnicos das diferentes áreas, fotógrafos, técnicos de som, etc, de que o trabalho deles seja reconhecido. Nos curtas, nós, da coordenação do Cine Ceará, abolimos prêmios técnicos e de elenco até porque muitas vezes são incursões cinematográficas de uma pessoa só ou sem dinheiro para contratar equipes. Nos longas é diferente, o staff é de profissionais que querem visibilidade. Temos recebido solicitações nesse sentido. Detesto cerimoniais longos e temos tentado reduzir ao máximo. Mas só queria colocar este assunto em pauta, pois ele, às vezes, é esquecido. Em relação aos prêmios paralelos existe uma exigência dos apoiadores de ter visi bilidade na festa final e a entendemos como justa. Não é tão fácil assim. A Crítica, pelo menos no Cine Ceará, tem tido sempre seu espaço. Vez que outra entra um crítico no júri, mas não acho que deva ser uma exigência”.

*******De André Sturm, cineasta, distribuidor (Pandora Filmes) e exibidor (Petra Belas Artes e Belas Artes à la Carte)