+ “NA ILHA” E “DENTRO DA MINHA PELE” (NA REVISTA DE CINEMA)

+ IL CINEMA RITROVATO + GRANDE OTELO E SOMOS TODOS IRMÃOS + SOCINE E OS FESTIVAIS + RECINE + CURTA KINOFORUM

***CINECLUBE MACUNAÍMA
RENASCE ON-LINE:
No Canal da ABI (Associação Brasileira de Imprensa). Com exibição e “live” sobre curta “Getúlio Vargas – Últimos Momentos” e documentário de Silvio Tendler sobre “Os Advogados Contra a Ditadura”. Nessa terça-feira, dia 25 de agosto, às 20h00.

**NA REVISTA DE CINEMA:
“NA ILHA”, FILME DOS
DIRETORES-MONTADORES JULIA BERNSTEIN E VINÍCIUS NASCIMENTO NO CANAL CURTA!, NESSA QUARTA-FEIRA, 22hOO.

http://revistadecinema.com.br/2020/08/na-ilha-reune-maiores-editores-de-cinema-do-pais/

+ NA REVISTA DE CINEMA:

Toni Venturi e Val Gomes lançam
o longa “Dentro da Minha Pele”

http://revistadecinema.com.br/2020/08/toni-venturi-lanca-o-longa-dentro-da-minha-pele/

*** MOSTRA DE CINEMA EGIPCIO
devido ao sucesso, ganha mais uma
semana no espaço digital dos CCBBs.
DE HOJE, 24, até DOMINGO, 30:
No domingo, dia de encerramento, será exibido um vídeo com os melhores momentos. Doze filmes — os mais pedidos — ficarão disponibilizados por 24 horas (cada). Incluindo os blockbusters “Elefante Azul 1” e “Elefante Azul 2” (este, um “tanque”, como dizem os argentinos). Zanin e eu assistimos a todos os filmes.
Os que mais gostei foram:
1. Saída para o Sol
2. Fotocópia
3. Yomedinne
4. Vila 69
5. Para Onde Foi Ramsés? (doc)
**** “Caos e Desordem” (recomendo, principalmente por causa da segunda parte), “O Horário do Cairo” (uma soma de histórias, algumas ótimas), “Sheikh Jackson” (pelo tema inusitado: um sheikh islâmico que ama Michael Jackson), “Mensagens do Mar”, e “Fora do Comum” (pelo ator Khaled Abol Naga —- também de “Vila 69” e “Decor” —- e pela carismática garotinha que atua com ele na bela Alexandria)… Quem gosta de
Cinemão não pode perder os thrillers com elementos sobrenaturais
que são os dois “Elefante Azul”. *****P.S. — me disseram que o cinema egípcio evitava temas tabus como drogas, álcool, prostituição, aborto, amor homoafetivo, violência e temas políticos. Que “Edifício Yacoubian” (2006) viera para quebrar esses tabus. A julgar-se pelos 24 filmes exibidos na “Mostra Cinema Egípcio Contemporâneo” (com curadoria de Amro Saad e patrocínio do CCBB), esses temas são — sim e sempre — abordados pelos cineastas egípcios, cosmopolitas (vide o documentário “Les Petits Chats”) e donos de desenvolvimento técnico espantoso. E engenheiros de roteiros mirabolantes (em muitos casos, com muitas reviravoltas, elementos sobrenaturais, toques de horror/terror, etc). Não sei se Ivonete Pinto, Berê Bahia, Joba Tridente, Fabrício Duque e Luiz Zanin concordam comigo!!!

********HISTORIA DA
ALIMENTAÇÃO NO BRASIL
(Segundo Luiz da Câmara Cascudo)
Série de Eugenio Puppo. Na Amazon (streaming)
Matéria de Eduardo Nomura, na Carta Capital 1120

*****IL CINEMA RITROVATO
Maior festival de cinema dedicado à memória e a
filmes de arquivo começa amanhã, terça-feira, em Bolonha, na Itália. Matéria detalhada de Amir Labaki
no Valor Econômico da última sexta-feira.
Na matéria, Labaki destaca mostra bolonhesa
dedicada às pioneiras do Cinema Soviético:
1. Esfir Shub 2. Nino Gogoberidze 3. Margarita Barskaya (autora de “Sapatos Rotos”, que Henry Langlois considerava “o melhor filme sonoro soviético” até então), Nadezda Koseverova (“Cinderela”) e Tatyana Lukashevich (“Criança Abandonada”). Será que haverá filmes de Olga Preobrazhenskaya, tema de dissertação de mestrado de orientanda de Sheila Schvarzman???

***** OITO E MEIO:
FESTIVAL DE CINEMA ITALIANO:
Tudo pronto para a versão on-line
do festival de filmes italianos.
Começa nessa sexta-feira, dia 28 de agosto

**** CINEOP 2020 (ANO 15)

Mostra de Cinema de Ouro Preto-MG
revisita os “70 anos da Televisão no Brasil”,
celebra o trabalho da TvDo, destaca o filósofo Ailton Krenak e discute educação audiovisual. Festival terá edição on-line, de 3 a 7 de setembro.

***** MUDAR DE VIDA
(Paulo Rocha, 1967):
Serei eternamente grata a Marco Túlio Alencar, jornalista e o melhor organizador da história do Candangão (Mostra Câmara Distrital de Cinema Brasiliense), por ter me indicado o filme lusitano “Mudar de Vida”, protagonizado pelo baiano Geraldo del Rey. Filme, por sinal, recomendado para a quarentena dos estadunidenses pelo crítico Glenn Kane, do New York Times (14-08-20).

*** ABC promove “master class” com
o fotógrafo Lúcio Kodato:

***RUY GUERRA, 89 ANOS:
No Canal Brasil Play, de graça até dia 31 de agosto, o filme “O Homem Que Matou John Wayne”, belo documentário de Diogo Oliveira e Bruno Laet. Produção de Vavy Pacheco, biógrafa do moçambicano-brasileiro-cidadão do mundo. ***Ah, no YouTube, assistam ao documentário einsensteniano QUE VIVA GLAUBER!, de Aurélio Michiles.

*GRANDE OTELO:
Viram que Orson, filho de Grande Otelo, defendeu dissertação de mestrado, em Porto Alegre, onde vive (é filho do ator mineiro com a cantriz gaúcha Josephine Helene), sobre o trabalho do pai no filme “Somos Todos Irmãos” (José Carlos Burle)?? Saiu na coluna do Ancelmo Gois (Globo).

*****RECINE E CURTA KINOFORUM:
Seguem a todo vapor as versões on-line da Mostra Recine, organizada por Cavi Borges (VER OUVIR Fontoura), e o Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo (comandado por Zita Carvalhosa).

********ERRATA:
A atriz e documentarista Aurora Duarte nasceu em Duque de Caxias e cresceu em Recifolinda. Lá foi descoberta por Alberto Cavalcanti e estreou no cinemas aos 15 anos, em “O Canto do Mar”. Portanto, ela era fluminense de nascimento e não pernambucana.

****ASSISTAM, NO ESPAÇO DA CEPE
(imprensa oficial de Pernambuco):
À “live” sobre o livro “O Senhor do Tempo”, de Luiz Joaquim, sobre a trajetória do “comunista-budista que bebe coca-cola” Celso Marconi, jornalista, crítico de cinema, programador e agitador cultural recifense, que ontem completou 90 anos. Mesma idade à qual chega, esse ano, o montador e professor MAXIMO BARRO.

****FESTIVAIS EM “LIVE”:
Três pesquisadoras (uma delas, Tetê Mattos, da UFF — quem me manda o nome das outras duas estudiosas dos festivais????) apresentam em “live” da Socine, suas dissertações e teses de doutorado sobre quatro festivais: Jornada de Cinema da Bahia, Festival do Rio, Festival É Tudo Verdade e Recine. Não percam.

***** ADHEMAR GONZAGA 119 ANOS
Texto de Myrna Brandão sobre o cineasta-produtor e empresário (Cinearte revista, Cinédia Produções, etc)
no JB on-line e de Ruy Castro, na Folha de São Paulo (24-08-20). Hora de assistir ao filme de Betse de Paula sobre ALICE GONZAGA, herdeira de Adhemar.

**LIVROS DE MARCOS NAPOLITANO:
. Como Usar o Cinema na Sala de Aula
. Como Usar a TV na Sala de Aula
(encontrei os dois na estante virtual)

*******QUEM ASSISTIU À “LIVE”
do Danilo Miranda com Gilberto Gil???
Perdi. Vou tentar recuperar o atraso!!!

******GREG NEWS (DUVIVIER)
+ CLAUDIO JORGE (LUGAR DE FALA)”:
Imperdíveis pesquisadoras os programas semanais de Gregório Duvivier e as sintéticas crônicas digitais do compositor e violonista Claudio Jorge.