ALDIR BLANC E JOÃO BOSCO EM “VLADO – 30 ANOS DEPOIS”, LONGA DOCUMENTAL DE JOÃO BATISTA DE
ANDRADE (lançado em 2005)

DEPOIMENTO DE JOÃO BATISTA DE ANDRADE: “Foi muito fácil marcar com os dois, João Bosco e Aldir Blanc. Um saguão da Escola Darci Ribeiro foi cedida pela diretora Irene Ferraz. Eu filmei sempre sob forte emoção, mas confiante em que minha ligação com o Vlado e todos os amigos envolvidos, me autorizava a fazer do filme um relato pessoal de sua tragédia e também dos amigos. Todos os entrevistados deveriam dar seus depoimentos sentados frente a mim e, para isso, usei minha própria cadeira de diretor. Eu me sentava em outra cadeira, de frente, muito próximo deles, com minha mini-dv. Éramos amigos, eles confiaram totalmente em mim, abrindo-se sem censura, com emoção. Aldir e João Bosco chegaram separados, extremamente gentis e contentes mesmo por participarem do filme. O João Bosco com seu violão e sua música sempre bonita e o Aldir com sua poética. E as emoções, visíveis, em seus depoimentos. Numa conversa, o Aldir me “pediu” para contestar um jornalista que criticou a música “O bêbado e o equilibrista” pelo uso, na primeira frase, da queda do viaduto: “Caía, a tarde feito um viaduto”. “É muita má vontade” me disse ele. Aldir fazia uma referência à real queda de um viaduto no Rio, causando mortes. Má vontade mesmo. Os dois autores lembraram que João Bosco havia criado a música pensando em Carlitos, por isso a citação “Um bêbado trajando luto/ Me lembrou Carlitos” . Os dois faziam referências tristes e inconformadas com o assassinato do Vlado. Pedi para cantarem, cantaram, com emoção. Eu queria a música “O bêbado e o equilibrista” para compor a sequência final: os rostos de todos que deram seu depoimento, a quase totalidade deles amigos que sofreram com a prisão e a tortura no Doi-Codi. Seria minha homenagem a eles. Considero essa uma de minhas melhores e mais sensíveis sequências em meus filmes”. (Maio de 2020).
*** Na REVISTA DE CINEMA:
matéria sobre cinco filmes com Aldir BLANC (como personagem central, fonte ou
participação especial).