VICTOR HUGO – A AGUIA E O LEÃO (WALNICE NOGUEIRA GALVÃO) + MARIA_ALTAMIRA (MARIA JOSÉ SILVEIRA)

. VICTOR HUGO EM LIVRO : “A Águia e o Leão – Escritos Políticos e Crítica Social”, livro organizado por Walnice Nogueira Galvão para a Coleção “Clássicos do Pensamento Radical”, criada por Antonio Candido (Editora Expressão Popular/Fundação Perseu Abramo). Na capa, evocação do filme “Os Miseráveis”, do afro-francês Ladj Ly, grande vencedor do Cesar. Walnice, professora emérita da USP, selecionou poemas e textos políticos do grande escritor francês. Ela abre o livro com um ensaio de quase 30 páginas sobre a trajetória do autor de “Os Miseráveis”, seja destacando sua criação poética, seja a prosa ou dos textos de intervenção política em seu tempo. E a imensa influência que exerceu em escritores brasileiros (Castro Alves em especial). Até o Brasil aparece em um breve comentário daquele que alguns julgam um grande poeta, mas um prosador sem a mesma dimensão. Walnice não nega o folhetinesco nos romances de Hugô, mas lembra que — em seus livros (incluindo o imenso “Os Miseráveis”, com mais de mil páginas) — o povo assume o protagonismo. O que era raro naquele tempo. Tempos em que reis e a nobreza eram os personagens centrais. (O Brasil aparece na página 309, em que Victor Hugo saúda a libertação dos escravizados numa província brasileira: no caso o Ceará, que antecipou-se à Lei Áurea). Walnice assina, também, notas que situam os textos do poeta e prosador nascido em Besançon em 1802 e que morreu, em Paris, em 1885 (um homem que atravessou um século, o XIX). ****Aos paulistanos: “Os Miseráveis”, de Ladj Ly, está em cartaz no Cine Segall, na Vila Mariana. Imperdível.

“MARIA_ALTAMIRA”,
novo romance de Maria José Silveira (Editora Instante). Da mesma autora de “A Mãe da Mãe de Sua Mãe e Suas Filhas” (2002 – Prêmio Revelação APCA), “Eleonor Marx, Filha de Karl” (2002), “O Fantasma de Luis Buñuel” (2004, Menção Honrosa do Prêmio Nestlé de Literatura), “Guerra no Coração do Cerrado” (2006), “Com Esse Ódio e Esse Amor” (2010), “Pauliceia de Mil Dentes” (2012), “Felizes Poucos: Onze Contos e um Curinga” (2016). Formada em Comunicação pela UnB e em Antropologia, pela Universidade Mayor de San Marcos, no Peru), Maria José Silveira é mestre em Ciências Políticas, pela USP. Goiana, ele viveu em Brasília por muitos anos e, depois, radicou-se em São Paulo.

Enviado do meu iPhone