BILHETERIAS BRASILEIRAS + O MÉXICO DE “CHICUAROTES”: ENTRE O BRUTALISMO E A TERNURA + GOL OLÍMPICO (CEARÁ)

+ BILHETERIAS BRASILEIRAS

+ CHICUAROTES: ENTRE O
BRUTALISMO E A TERNURA

+ REVISTA DE CINEMA promove croudfunding (Catarse)

+ NO CINUSP, CINEMA DA USP – MOSTRA DE CINEMA

GUARANI – de 9 a 24 de setembro – LEIA E DIVULGUE –
NESTA REMESSA, PROGRAMAÇÃO DETALHADA
+ CENTRO DE ESTUDOS AMERÍNDIOS

+ BACURAU + MEU MUNDIAL (URUGUAI-BRASIL)
+ LEGALIDADE (MOVIMENTO LIDERADO POR BRIZOLA
CHEGA NESTA QUINTA AOS CINEMAS) + “MARÉS”,
PRIMEIRO LONGA DE JOÃO PAULO PROCÓPIO

+ INSCRIÇÕES PARA FEST BRASILIA 2019 TERMINAM NESTA SEXTA, DIA 13 DE SETEMBRO (EDIÇÃO NUMERO 52)

+ SERIE SOBRE MOVIMENTOS DE MORADIA (MOVIMENTOS SOCIAIS), DE EUGENIO PUPPO, ESTREIA NO CANAL CineBRASILTV + CARTA CAPITAL

+ GOL OLÍMPICO DE JOGADOR DO CEARÁ + MOSTRA TRINTA ANOS DA PANDORA COM 13 FILMES + CURSO DE EVALDO MOCARZEL SOBRE SERGUEI EISENSTEIN + DVDs DO CPC-UMES

+ BILHETERIA DE “SIMONAL” PASSA DE 60 MIL ESPECTADORES + MARIGHELLA, DE WAGNER MOURA: TRAILER NO ESPAÇO AUGUSTA: ESTREIA ADIADA???? + CASA DE VINICIUS, EM ITAPUÃ (MEMORIAL-HOTEL)

+ MOSTRA CINEBH HOMENAGEIA PRODUTORA FILMES DE PLÁSTICO + FEST VITÓRIA HOMENAGEIA VERA FISCHER + CINEFOOT (CINEMA & FUTEBOL) + FAM FLORIPA
E O CINEMA DO MercoSul

*10˚CINEFOOT
SERÁ ABERTO NESTA
QUINTA, 12/09, NO
MUSEU DO FUTEBOL

+ “CHICUAROTES”, SEGUNDO
LONGA-METRAGEM DO ATOR
DE GAEL GARCÍA BERNAL
+ BILHETERIAS BRASILEIRAS
. ESTREIA:
. O Corpo é Nosso…………………379

. CONTINUAÇÕES:
.Turma da Mônica Laços………………..2.084.287
. BACURAU……………………………………..267.266
. SIMONAL…………………………………………63.147
. O Amor dá Trabalho………………………….50.725
. Socorro! Virei Uma Garota………………….25.857
. DESLEMBRO………………………………………13.828
. A Mulher do Meu Marido……………………..2.601
. Alma Imoral…………………………………………..1.797
. Eu Sou Brasileiro…………………………………….1.379
.O Filho do Homem…………………………………….979
. Uma Noite Não é Nada……………………………..746
. O Verde Está do Outro Lado………………………341

*****Nada a Perder 2……… aos que acreditam em bilheteria FAKE,
segue o dado: 4.979.952. Ou seja, a Igreja e os pastores compram ingressos e distribuem entre os fiéis. Mas poucos se animam a sair de casa para ver a “saga” do Bispo Macedo. Uma vida chatíssima, registre-se. Nada a ver com o fenômeno DEZ MANDAMENTOS, as pragas do Egito, Mar Vermelho se abrindo, etc, etc.

OBSERVAÇÕES BREVES *****”BACURAU” caiu apenas 7% da primeira para a segunda semana. E a média por sala, que era já significativa (367 espectadores/250 salas) subiu para 384/233 salas). Então o boca-a-boca está bom. **** PáSSAROS DE VERÃO: o obrigatório filme colombiano de Ciro Guerra & Cristina Gallego já foi visto por 4.284 espectadores. *** Catherine Deneuve continua poderosa no circuito de arte: A Última Loucura de Claire Darling: 21.848 espectadores. *** Cézanne e Zola, também: 15.437

+ “CHICUAROTES”, SEGUNDO
LONGA DE GAEL GARCIA BERNAL

Só ontem, segunda-feira, 9 de setembro, depois de viagem a Gramado, Imbassahy, Salvador e Fortaleza, que durou 22 dias, pude assistir a “Chicuarotes”, segundo longa do ator mexicano Gael García Bernal. Quando a sessão terminou, eu estava perplexa. Minha primeira impressão foi: brutalismo demais, ternura de menos!!!. Tenho muita dificuldade com filmes que mostram ambientes nos quais (lugares onde) a violência, o alcoolismo, o uso de armas, espancamentos no ambiente doméstico, etc, etc, são as únicas molas propulsoras da narrativa. Como Eduardo Coutinho, sempre espero, no mais pobre dos logradouros, encontrar seres humanos com defeitos e qualidades, sujeitos de ações construtivas e destrutivas, etc, etc. De saída, achei que havia brutalidade excessiva. Que San Gregório Atlapulco — pueblito na periferia da grande capital mexicana (próximo, bem próximo, a Xochimilco, um dos paraísos turísticos de minha alma apaixonada) — tornara-se sinônimo, estigma, de “mundo cão”. O que levara o roteirista (Augusto Mendoza) do filme de Gael-diretor, oriundo de San Gregório, a “pular na piscina e não ver o azul da água?” (by Nelson Rodrigues). Fui para casa com Zanin e nosso assunto, por 35 minutos, foi só “Chicuarotes”. De início, registrei o que me encantara: a qualidade do elenco adolescente, o prazer de ver Dolores Heredia (a mãe da jovem Sugheili, que nome gente!!!) e Daniel Giménez Cacho (de “Profundo Carmesi”), na pele de uma espécie de miliciano e — em especial — o papel das mulheres destacadas na trama: a adolescente Sugheili, que trabalha num salão de beleza comandado por mulheres trans, e sua mãe, que apanha do marido e um dia resolve acordar e reagir. Tudo o mais me parecia excessivo: a violência em especial. E me incomodei profundamnete com importante sequência do filme (a que envolve Cagalera & Moloteco, os dois ladrõezinhos-palhacos, a cabeleireira-adolescente e o personagem de Giménez Cacho, embora este seja ator de primeira linha). Não acreditei nela (a referida sequência), pois me pareceu inverossímel. Fui (tentei) dormir e ” Chicuarotes” continuava comigo. Do meio daquele brutalismo (que, afinal, revelou o ator Gael García Bernal, com “Amores Perros”, de Iñarritu, em 2000) começaram a aflorar momentos de, digamos, “ternura”. O fato dos dois adolescentes serem palhaços (em busca de “trocados” nos ônibus) me cativou, mesmo que tardiamente. O fato de serem desastrados, também. O afeto de Sugheili pelo namorado-trapalhão, a intuição feminina dela, suas soluções nos momentos cruciais.. E, até, a original solução da mãe de Cagalera (o protagonista absoluto do filme) para dar fim às humilhações diárias… Tudo foi me envolvendo. As gigantescas garrafas de aguardente, que me pareciam exageradas, me pareceram (até) verossímeis. No México popular, os copos de pulque são gigantescos, assim como vasilhames que embalam bebidas alcóolicas. Aquele exagero faz parte da vida de muitas (não de todas, claro!) pessoas. Adormeci gostando do filme. Três estrelas e meia!!!. Sem a sequência que citei acima (na qual Giménez Cacho é a figura central) seriam 4 ****. Uma sugestão sincera: assistam ao filme nesta quarta-feira, pois ele deve sair de cartaz. A sessão a que assisti, no Espaço Itau Frei Caneca, tinha umas dez pessoas. O filme pertence a uma tradição poderosa do cinema latino: os dramas de crianças e/ou jovens marginalizados. O maior deles é o seminal “Los Olvidados”, que Buñuel realizou no México periférico, 1950, drama que o colocou no centro das atenções de Cannes (inclusive tornando-se cineasta de devoção de André Bazin). Exemplos não faltam: “Tire Die”, de Fernando Birri, “Pixote”, de Babenco, “Ratos, Ratones, Rateros”, de Sebastian Cordero, “A Vendedora de Rosas”, de Victor Gavíria, “Cidade de Deus”, de Fernando Meirelles, e (apesar do contraste entre terceiro e primeiro mundo), “Os Incompreendidos”, de Truffaut…

+ GOL OLÍMPICO DE
JOGADOR DO CEARÁ
Se o atleta fosse jogador de um time grande do sudeste e contasse com uma assessoria de imprensa da pesada, estaria na mídia dia sim, dia seguinte também!! “Será que será” finalista ao melhor gol do ano, da FIFA???

********REVISTA DE CINEMA FAZ
CAMPANHA DE CROWDFUNDING
www.catarse.me/revistadecinema

A Revista de Cinema, que editou mais de cem números em papel, continua circulando em edições digitais (semanais, renovadas com frequência quase diária). A equipe da Revista, comandada por Hermes Leal & Julie Tseng, está realizando campanha de crowdfunding (via CATARSE). “Uma publicação há quase 20 anos fomentando o audiovisual”. Assine e leia a Revista + E, de brinde, ganhe um livro da atriz (“Iracema, Uma Transa Amazônica”), roteirista e cineasta Conceição Senna, que dará origem ao filme”A Menina Azul”, com direção de Manuela Dias, escritora, teledramaturga e diretora.

+ BACURAU RUMO AOS
300 MIL ESPECTADORES

+ INSCRIÇÕES PARA
FEST BRASILIA 2019
TERMINAM NESTA SEXTA, DIA 13 DE
SETEMBRO (EDIÇÃO NUMERO 52)

+ “LEGALIDADE” (MOVIMENTO LIDERADO POR BRIZOLA CHEGA NESTA QUINTA AOS CINEMAS)

+ MARÉS, PRIMEIRO LONGA DE
JOAO PAULO PROCÓPIO: NESTA QUINTA

+ SÉRIE SOBRE MOVIMENTOS
DE MORADIA (MOVIMENTOS SOCIAIS),
DE EUGENIO PUPPO, ESTREIA NO
CANAL CineBRASILTV

+ CARTA CAPITAL nas bancas (com entrevista de Lula) + Cultura + Nirlando Beirão.

+ MOSTRA “TRINTA ANOS
DA PANDORA” COM 13 FILMES
(Parceria do Cine Belas Artes SP com a Abraccine): começa nesta quinta-feira. Entre os títulos selecionados, dois brasileiros: O INVASOR, de Beto Brant, e ADONIRAN, MEU NOME É JOÃO RUBINATO, de Pedro Serrano (pré-estreia)

+ CURSO DE EVALDO
MOCARZEL SOBRE
SERGUEI EISENSTEIN
No Espaço Itaú Augusta
Inscrições abertas

+ DVDs DO CPC-UMES
www.cpc-umes.com.br

+ BILHETERIA DE “SIMONAL”: MAIS DE 60 MIL

+ MARIGHELLA, DE WAGNER MOURA: TRAILER NO ESPAÇO AUGUSTA: ESTREIA ADIADA????

+ CASA DE VINICIUS,
EM ITAPUÃ (MEMORIAL-HOTEL Mar Brasil): descobri, tardiamente, tratar-se de projeto mantido por familiares do casal de cineastas baianos Alba & Chico Liberato (voltarei ao assunto)

+ FESTIVAIS:
MOSTRA CINEBH HOMENAGEIA PRODUTORA FILMES DE PLÁSTICO + FEST VITORIA HOMENAGEIA VERA FISCHER
+ FAM FLORIPA E O CINEMA DO MERCOSUL
+ “MEU MUNDIAL” (URUGUAI-BRASIL)

****NO CINUSP – CINEMA DA USP
MOSTRA CINEMA GUARANI
DE 9 a 24 de setembro de 2019