FESTIVAL SESC MELHORES DO ANO 2019 (ANO 45) – Segundo encontro do SEMINÁRIO DA CRÍTICA: Ótimo debate, auditório lotado, público interessado e convidados especiais: as atrizes Ana Flávia Cavalcanti (A Rã) e Julia Katharine (Tea for Two), a cineasta Alice Riff (Meu Corpo é Político e Eleições) e os diretores João Dumans (Arábia), Gustavo Pizzi (Pretérito Perfeito, Riscado e Benzinho) e Filipe Matzembacher. Em pauta: “Olhares e Corpos Plurais: As Narrativas do Cinema Contemporâneo”. Na plateia do auditório do CineSesc, no segundo andar, mais dois cineastas: Márcio Reolon (Beira-Mar e Tinta Bruta, parcerias com Filipe Matzembacher) e Gustavo Vinagre (Lembro Mais dos Corvos, com Júlia Katharine). Ana Flávia contou que vai transformar duas performances (A Babá Quer Passear e Serviçal) criadas por ela, sobre domésticas e babás negras, num longa-metragem. Julia prepara seu primeiro longa sobre um pai (ela quer Lima Duarte no papel)

e suas quatro filhas atrizes. Todos os participantes do debate estão preparando novos filmes, mesmo, e apesar, das incertezas que pairam sobre nosso audiovisual.

Enviado do meu iPhone