Concorrentes ao “Oscar Italiano”

“Dogman”, com 15 indicações

e em cartaz no Brasil. “Santiago,

Itália”, de Nanni Moretti, que

concorre a melhor documentário.

DONATELLO, O

OSCAR ITALIANO

ESTRELAS PENINSULARES

Prêmio Donatello reúne Sorrentino,

Nanni Moretti, Garrone, Valeria

Golino e homenageia Bertollucci

Maria do Rosário Caetano

Depois do Oscar e de prêmios europeus como o Goya espanhol, o Bafta inglês e o Cesar francês, chega a vez do “David di Donatello”, prêmio máximo do cinema italiano. Dia 27 de março, em Roma, com transmissão ao vivo pela Rai Uno, a Academia de Cinema da Itália realizará a edição de número 71 do Donatello. O prêmio peninsular só perde em longevidade para o Oscar (91 edições) e o Bafta (72).

. PRINCIPAIS CONCORRENTES:

. MELHOR FILME:

. “Dogman”, Matteo Garrone (15 indicações)

. “Me Chame Pelo Seu Nome”, de Luca Guadanigno (12)

. “Lazzaro Felice”, de Alice Rohrwacher (9)

. “Sob a Minha Pele”, de Alessio Cremone (9)

. “Euforia”, de Valeria Golino (7)

. MELHOR DOCUMENTARIO:

. “Santiago, Itália”, de Nanni Moretti

. “Arrivedercci Saigon”, de Wilma labate

. “La Strada dei Samouni”, de Stefano Savona

. “Friedkin Uncut, Un Diavolo di Regista”, de Francesco Zippel

. MELHOR DIREÇÃO:

. Matteo Garrone (Dogman)

. Mario Martone (“Capri Revolution”)

. Alice Rohrwacher (“Lazzaro Fellice”)

. Valeria Golino (“Euforia”)

. Lucca Guadanigno (“Me Chame pelo Seu Nome”)

. MELHOR ATRIZ:

. Elena Sofia Ricci, por “Loro”

. Alba Rochwacher, por “Lazzaro Felice”

. Mariana Fontana, por “Capri Revolution”

. Pina Turco, por “Il Vizio della Speranza”

. Anna Toglieta, por “Un giorno al Improviso”

. MELHOR ATOR:

. Marcello Fonte, por “Dogman”

. Toni Servillo, por “Loro”

. Riccardo Scarmarcio, por “Euforia”

. Fabrizio de André, por “Principe Libero”

. Alessandro Borghi, por “Sob a Minha Pele”

. MELHOR FILME ESTRANGEIRO:

. Roma (México)

. Guerra Fria (Polônia)

. Trama Fantasma (EUA-Inglaterra)

. Três Anúncios para um Crime (EUA-Inglaterra)

. Bohemian Rhapsody (Inglaterra/EUA)