+ AUTRAN DOURADO E A LINGUA PORTUGUESA + INACIO ARAUJO E DOGMAN + CESAR FRANCÊS + STYCER + DANILO MIRANDA NO RODA VIVA + FESTIVAIS (CALENDÁRIO) + CINEJORNAL NO CANAL BRASIL

+ AUTRAN DOURADO (foto) + CESAR FRANCÊS (VENCEDORES NA REVISTA DE CINEMA/Uol) + “Nós… se e não Nós nos) + MAURICIO STYCER (TV-FOLHA) + DANILO MIRANDA NO RODA VIVA + FESTIVAIS (CALENDARIO) + CINEJORNAL HOJE, 17h30, com cobertura de Berlim + Roberto Carlos e o Cinema

+ NA REVISTA
DE CINEMA/Uol:
PREMIADOS COM O CESAR 2019:
“CUSTÓDIA”, AUDIARD,
OCELOT, KORE-EDA

+ LEIAM, NESTE DOMINGO,
A COLUNA DE MAURICIO
STYCER (TV), NA FOLHA DE SP

+ LEIAM (no Guia da Folha, sexta-feira):
A EXCELENTE CRITICA DE INACIO ARAUJO
AO ITALIANO “Dogman”, de Matteo GARRONE
(só não entendi porque atribuiu apenas três estrelas?
pela crítica eu esperava 4)

+ DANILO MIRANDA NO RODA VIVA (TV CULTURA)

**********VENCEDORES
DOS PRÊMIOS CESAR 2019
CUSTODIA, da Supo Mungan,
vendeu 25 mil ingressos no BRASIL
+ DILILI À PARIS (melhor animação)
+ Western de Audiard + Um só prêmio para
o badaladíssimo LE GRAIN BAIN (4,2 milhões de ingressos).

http://revistadecinema.com.br/2019/02/cesar-premia-o-drama-conjugal-custodia/

+ DIX POUR CENT (ótima
SÉRIE FRANCESA, na Betflix)

+ FESTIVAIS E PREMIOS CINEMATOGRAFICOS

+ CINEJORNAL: NESTE DOMINGO, 17h30

+ AUTRAN DOURADO E A LINGUA PORTUGUESA:
“NÓS..SE” + COLUNA DE TV DE MAURICIO STYCER

+ ESTADO E RELIGIÃO (O GLOBO)

******”Qual a mensagem que vai dar
para as outras emissoras?”.

“Que NÓS estamos SE aproximando da Globo”.

**** Este trecho de conversa mantida por Bolsonaro com o demitido Bebianno é tema, hoje, domingo, 24 de fevereiro, na Folha de S. Paulo, da coluna de MAURICIO STYCER,

intitulada “QUANDO A CRITICA DÓI – Numa mesma semana, Trump e Bolsonorao declararam a televisão inimiga”.

Nesta serie de fotos (no meu facebook), somo três assuntos e uma lembrança. Vamos a esta, primeiro. No começo dos anos 1980, já jornalista profissional, eu cursava LETRAS, como segunda opção, na UnB. De férias, fui ao Rio participar de um Congresso de LITERATURA. Um dos palestrantes era o escritor AUTRAN DOURADO. Ele abriu a palestra dizendo que ENGENHEIROS, SE LESSEM MACHADO DE ASSIS E, PORTANTO, CONHECESSEM A LINGUA PORTUGUESA: MENOS PONTES CAIRIAM!!!! Hoje, ao ler a frase (acima transcrita da coluna de Stycer) do presidente desta pobre república, me coloco a pensar: como é que um homem que frequentou a Academia Militar e passou 28 anos no Congresso Nacional como parlamentar, não conhece regra que aprendemos no grupo primário:

“ta, te, ti, contigo”//// “sa, se, si, consigo”…. ou seja, as FAMILIAS PRONOMINAIS.

Nós se?????? Ele imita os jogadores de futebol??? ESTES são, em maioria, vindos de camadas populares, com pouquíssimo estudo. Dizem “Nós SE ajuda(mos)”. Agora, um presidente com curso superior em escola militar e quase três décadas de Parlamento não sabe falar “Que NÓS estamos NOS aproximando da Globo????????

”******A outra foto reproduz imagem da ótima série

francesa DIX POUR CENT , na Netflix.

****E, por fim, matéria de janeiro (dia seis: 06-01-2019)), publicada em O Globo, que lhes recomendo, pois creio que ajuda a iluminar obscuras relações de presidente, ministros, RECORD, Bispo Macedo, Templo de Salomão, Nada a Perder, etc, com a confusão entre ESTADO e RELIGIÃO a que, atônitos, assistimos.

****CINEJORNAL,
NO CANAL BRASIL,
COM COBERTURA DE
BERLIM + ROBERTO CARLOS
FALANDO DE CINEMA ***********NO CINEJORNAL, NO
CANAL BRASIL, com reprise hoje, domingo, às 17h30, e sexta, meio-dia
e meia, amplo material sobre FEST BERLIM 2019 (incluindo MARIGHELLA,
Wagner Moura, Seu Jorge….) e reportagem especial de Bernadete Duarte com
ROBERTO CARLOS. Num transatlântico, o cantor fala de cinema, da Trilogia
RC, de Roberto Farias, e de MINHA FAMA DE MAU, de Lui Farias.

*******DANILO MIRANDA
NO RODA VIVA (TV CULTURA):
Fiquem atentos. Deve ir ao ar nesta segunda-feira, dia 25 de fevereiro. Trata-se do democrático e grande gestor de políticas culturais do SESC SÃO PAULO. Imperdível

+ CINEJORNAL (CANAL BRASIL)

+ COLUNA DE
MARCELO RUBENS PAIVA
(ESTADÃO, SABADO, DE LEITURA
OBRIGATORIA): sobre Brexit (filme) + trump + bolsonaro

+ BLOG ALMANAKITO: CESAR 2019

***REVISTA DE CINEMA/Uol

***** CALENDARIO DE FESTIVAIS:

. Abril

. FEST É Tudo Verdade (4 a 14 de abril)

. 45o. Festival CINESESC Melhores do Ano: durante todo o mês, com filmes e debates.

. MAIO:

. Prêmio ABC (Associação Brasileira de Cinematografia).

. Prêmio Platino (Riveira Maya, no México)

(….)

. JUNHO:

. Olhar de Cinema (Curitiba): 5 a 13

. In-Edit (Festival Cinema & Música): 12 a 26

. CINEOP (Ouro Preto)…………………….

. Guarnicê do Maranhão 42 (de 14 a 21)

. Festival Varilux de Cinema Francês

. FAM Floripa:………..

. JULHO:

. Festival América Latina (Memorial e outros espaços)…

. ANIMA MUNDI:……………

. IV Santos Film Festival (de……….

. Fest Infantil de Florianópolis

. AGOSTO:

. Festival de Gramado (Ano 47): de 16 a 24

. CineCeará 29: de 31 de agosto a sete de setembro

. Fest CURTA SP 30: de 28 de agosto a 3 de setembro

. Mostra de Cinema Árabe no CineSesc

. Mostra Cine BH (Minas Gerais, capital)

****SETEMBRO:

. Festival de Brasília do Cinema Brasileiro 52………..

. Festival de Cinema de Vitória – ES (…)

. Cinefoot?????

. OUTUBRO:

. Festival Internacional do Rio de Janeiro (……..)

. Mostra Internacional de SP – Ano 43

. Curta SANTOS

. Mostra Internacional de Cinema de Porto Alegre (Ano 1)

. NOVEMBRO:

. Mostra de Cinema de Gostoso-RN (Ano 6):…..

. Mostra de Cinema Soviético e Russo, na Cinemateca Brasileira (CPC-UMES)

. Mostra de Cinema da Fronteira (Rio Grande do Sul)

. MIX BRASIL – Festival da Diversidade

. DEZEMBRO:

. Festival Aruanda……………

. Festival de Havana (Ano 41)………..

. Prêmio FENIX (México)

.

****PREMIOS CESAR 2019

“OSCAR FRANCÊS” PREMIA “CUSTÓDIA”, JACQUES AUDIARD, MICHEL OCELOT, KORE-EDA E JUIZA POLITICAMENTE INCORRETA

* OS VENCEDORESDO CESAR 2019:

. “Custódia” – melhor filme, atriz (Léa Drucker), roteiro original (Xavier Legrand), montagem (Yorgos Lamprinos)

. “Les Frères Sisters” – melhor direção (Jacques Audiard), fotografia (Benoît Debie), som (Tailladier, De Loof & Holtz), cenografia (Michel Berthélémy)

. “Shéhérazade”, de Jean-Bernard Marlin – melhor filme de diretor estreante, melhor atriz estreante-promessa (Kenza Fortas), e ator estreante (Dylan Robert)

. “Dilili à Paris”, de Michel Ocelot: melhor longa de animação

. “Ni Juge, Ni Soumise”, de Jean Libon e Yves Hinat: melhor longa documental (disponível na Netflix, sobre juíza belga de procedimentos pouco comuns e politicamente incorreta)

. “Um Assunto de Família”, de Hirozaku Kore-Eda – melhor filmes estrangeiro

. “Guy”: melhor ator (Alex Guy), música original (Vincent Blanchard e Romain Greffe)

.“La Chatouille”: melhor roteiro adaptado (Andréa Bescond & Eric Métayer), atriz coadjuvante (Karin Viard)

. “Le Grain Bain”, de Gilles Lelouch: melhor ator coadjuvante (Phillipe Katerine)

. “Mademoiselle de Joncquières”: melhor figurino (Pierre-Jean Larroque)

. “Les Tuches 3”, de Olivier Barou – Prêmio do Público

. “Vilaine Fille”: melhor curta de animação