BILHETERIAS BRASILEIRAS + MOSTRA SP (ROMA) + FESTIVAL DO RIO RECEBE OLIVIER ASSAYAS (na foto abaixo, Assayas e Fernando Morais, cujo livro OS ÚLTIMOS SOLDADOS DA GUERRA FRIA ele adaptará em WASP NETWORK)

**** AMIGOS:
Acabo de ver no Boletim FILME B que as bilheterias do último final de semana, no circuito comercial brasileiro, foram muito ruins. Ocupada em tempo integral com a Maratona da Mostra SP 2018, que entrega hoje o Trofeu Bandeira Paulista aos melhores desta edição número 42 e exibe o filme ROMA, de Alfonso Cuarón, lhes mando flashes apressados.

1. Vejam abaixo as bilheterias brasileiras.

2. CIDADE DE DEUS, de Fernando Meirelles,
único filme latino-americano incluído em lista dos “100 Maiores Filmes Estrangeiros” (Críticos convocados pela BBC), ou seja, de Língua Não Inglesa. Vejam no “face” matéria de O Globo, que coloquei em minha linha do tempo. Kurosawa encabeça a lista (com Os Sete Samurais) e emplacou 3 ou 4 longas (incluindo o colossal Rashomon). França e Itália tiveram grande destaque.

3. INACIO ARAUJO – Em belíssima crítica ao filme ROMA, hoje (31-10-18), na Folha de S. Paulo, Inácio Araujo busca metáfora simbólica (pleonasmo???) para o título do novo filme de Cuarón: a “Roma” contemporânea seriam os EUA???? Explicação válida. Já no campo real, o nome referencia bairro de classe média alta, na cidade do México, onde Cuarón nasceu e cresceu. O filme se passa, majoritariamente, no casarão da família, onde trabalha a doméstica de origem mixteca Cleo, protagonista do filme, candidato do México ao Oscar de melhor filme estrangeiro.
4. Minha maior decepção na Mostra SP (tive apenas mais duas) foi o vencedor de Berlim, o “urso de ouro”, que coube à Romênia, “Não Me Toque”, de diretora Adina Pintilie. As outras duas: o novo Lars Von Trier (A Casa que Jack Construiu), e o também romeno “Eu Não Me Importo Se Entrarmos para a História como Bárbaros”.
5. Semana que vem, dia 7 de novembro, entrega, na Cidade do México, dos Prêmios FENIX, aos melhores do cinema ibero-americano. Brasil tem força na categoria melhor documentário (com 4 dos 7 finalistas).
6. Melhores atrizes dos filmes que vi na Mostra SP: estrangeiras: a islandesa Halldóra Geirharosdótti, de “Uma Mulher em Guerra”, e a britânica Olívia Colman, de A Favorita. ****Atriz brasileira: Sara Antunes, de “Deslembro” e “Alma Clandestina”.
5. Festival do Rio 2018 – Ano 20 terá o francês OLIVIER ASSAYAS (diretor de 22 longas-metragens)
entre seus convidados internacionais. Autor de série (e filme) arrebatadora: CARLOS, com Edgar Ramirez. Festival carioca começa amanhã com exibição de AS VIUVAS.
6. Vem aí a safra derradeira de festivais de final de ano: II Mostra do Audiovisual Negro (de 19 a 24 de novembro), BIFF (Internacional de Brasília), Mostra São Miguel do Gostoso-RN (já saiu a lista de selecionados), Festival Aruanda em Jampa, PB)…
7. Alguém já conhece a representação brasileira no Festival do Novo Cinema Latino-Americano de Havana (Edição número 40, em dezembro)? Favor me passar a lista, caso a tenham.
8. RASGA CORAÇÃO: que belo filme de Jorge Furtado. Diretor gaúcho deu a volta por cima depois do frágil “Real Beleza”.
9. Brasileiros em filmes internacionais ou co-produções (apresentados na Mostra SP): entre os que vi: Marco Ricca e Andrea Beltrão, em “Sueño Florianópolis”, Cassiano Carneiro como um intéprete, segundo papel em “Peregrinações”, Karen Harley, montadora do lusitano “Raiva”, Débora Nascimento no argentino “Uma Viagem Inesperada”….

+ BILHETERIAS BRASILEIRAS:
ESTREIAS:
. A Cabeça de Gumercindo Saraiva…………………….224

CONTINUAÇÕES
. Tudo por Um PopStar…………………………………………904.025
. Candidato Honesto 2…………………………………………..574.355
. Crô em Família…………………………………………………….472.109
. Ana e Vitória………………………………………………………….72.885
. BENZINHO……………………………………………………………39.699
. O Paciente (Tancredo)…………………………………………….38.897
. Coração de Cowboy………………………………………………..29.953
. LEGALIZE JÁ!…………………………………………………………27.474
. Um Homem Perfeito………………………………………………..10.815
. MARE NOSTRUM…………………………………………………….1.913
. Camocim…………………………………………………………………….1.574
. A ÚLTIMA ABOLIÇÃO…………………………………………….1.387
. Amanhã Chegou……………………………………………………………623

**UMA NOITE DE 13 ANOS (Uruguai)………………..39.274 (História
do prisioneiro Pepe Mujica e de dois de seus colegas)

*CINEMA URUGUAIO
foi tema de longo artigo na Cahiers du Cinéma de setembro 2018, pois ganhou Retrospectiva no Festival de Biarritz.Foto que ilustrou a matéria mostrou fachada da Cinemateca com Fellini, Hitchcock, Buñuel e Lucrécia Martel. (vejam foto no meu “face”)

*****FESTIVAL DO RIO 2018 – ANO 20

CPCB 2018 – Mesa de Preservação com
o filme “Rio da Dúvida”, de Joel Pizzini

CONVITE DE MYRNA BRANDÃO:

Para quem mora no Rio ou estiver na cidade, encaminhamos abaixo a programação do Encontro do CPCB no Festival do Rio, que neste ano, terá uma Mesa de Preservação com o filme “Rio da Dúvida”, de Joel Pizzini e produção de Patrícia Civelli e Mario Cesar Marques.

Como vocês sabem, “Rio da Dúvida” é preservação pura – mais detalhes no texto abaixo que foi encaminhado ao festival.

Antes e durante a apresentação serão mostradas imagens raras que foram restauradas para a realização do documentário.

Contamos com a presença de todos e agradecemos ajuda na divulgação.

Diretoria do CPCB e Patrícia Civelli