OS PARÇAS + BILHETERIAS

***ARTIGO DE VENICIO (NA CARTA
MAIOR) + OS PARÇAS (COMEDIA DE
HALDER GOMES: recomendo!!!) + BILHETERIAS
BRASILEIRAS + LIVRO SANJINÉS +
FRED COELHO (GLOBO)
+ RETROSPECTIVA CINESESC

***OS PARÇAS + VENICIO
ARTUR DE LIMA E A
cultura do silêncio, na Carta Maior.

*”OS PARÇAS”, UMA
COMÉDIA MUITO DIVERTIDA:
Nada sabia de “Os Parças”, novo
longa-metragem (o quarto? o quinto?)
do cearense Halder Gomes (Cine Roliúde, O Shaolin do Sertão)
até uns 3 ou 4 meses atrás. Vi na lista do
“Boletim Filme B” que o realizador
tinha dois filmes em processo simultâneo de
produção-finalização: este dos “parças” e “Cine
Roliúde 2″ (sei que esta não é a grafia adotada por Halder).
O que é este “Os Parças”????,
perguntei, intrigada. Alguém
me respondeu: ” é um filme de
encomenda, o roteiro não é dele (Halder)”. Uns 20 dias
atrás, assisti ao trailer dos “parças”,
e pensei tratar-se de filme de “carregação”, feito para reunir o cearense
Tom Cavalcanti a nomes conhecidos da internet (confesso
que nunca tinha ouvido falar destes últimos). Achei o trailer
apelativo (com piadas chulas) e concluí: “Halder, muito descolado,
fez este filme para agradar ao humorista e conterrâneo, Tom
Cavalcanti”. Depois li página que
Mônica Bérgamo, dedicou, na Folha, a Tom Cavalcanti, na
qual ele falava do filme e do super-amigo Roberto
Carlos. Durante o XII Fest Aruanda,
em Jampa-PB, encontrei-me
com Ariadne Mazetti, da Mystika, várias vezes, e
e ela estava sempre eufórica com o sucesso de “Os Parças”. Primeiro
me contou que o filme fizera excelente bilheteria nos primeiros
dias (uns 200 mil espectadores, com boa média: mais de
800 ingressos por sala). Depois, que já passara dos 400 mil
(agora já passou dos 600 mil). E acrescentou: “na internet, até Roberto
Carlos está convocando o público a assistir ao filme”. Duvidei: como é
que Roberto Carlos, tão religioso e carola, rei dos “mais vividos”, ia
divulgar um filme com piadas chulas????????? Não tive
tempo de ver o filme na Paraíba.
Cheguei a SP com uma penca
de filmes para assistir.
Procurei uma sala no circuito Avenida Paulista e arredores
(depois vou falar deste circuito) e não encontrei. Minto: havia
havia duas ou três sessões no Arteplex. Meu vizinho Cinemark
Santa Cruz, aqui na zona sul, não dedicou um horário sequer ao filme.
****Bem, só pude concluir, ” Os Parças”
está indo bem em circuitos
mais populares e mal em
circuitos mais sofisticados. Mas procurei melhor
e encontrei algumas parcas sessões no Cidade de São Paulo, shopping
center sofisticadíssimo da Avenida Paulista. E lá fui eu. Pensei
que estaria com mais uns três gatos pingados na sessão das 14h00.
Ao contrário, havia umas 30 pessoas (muitos jovens, que riram
muito, dialogaram com o filme, se divertiram). E eu também me diverti
muito e, aliviada, vi que as piadas chulas
são poucas e não comprometem
o todo (sem elas, o filme
continuaria divertidíssimo). O
tom de “Os Parças”
é a galhofa e a parodia. Trata-se de um ingênuo e singelo
hino à amizade (e aquela citação inicial de Clarice
Lispector???!!!!!!), uma história de
amor e até de apelo às lágrimas (uma sequência chorona,
com os cômicos nordestinos).
O sertão dos filmes de Halder dá lugar
a uma São Paulo que tem na 25 de Março
seu epicentro. A “25” com seu
comércio popularíssimo, seus “donos” com um pé
(ou dois) na contravenção, seus
produtos baratos e seus vendedores
e “viradores”. Além do
quarteto protagonista
(Tom, os dois interneteiros,
um do Piauí e um do Ceará, e
Bruno de Lucca), o filme tem
Taumaturgo Ferreira (ótimo e contido — não nos
figurinos, claro! — papel
de um “mafioso” da 25), Oscar Magrini como
um divertido trambiqueiro,
Paloma Bernardi (lindíssima e maquiadíssima),
Marcos Oliveira (grande ator de teatro/”Aurora da Minha Vida”
e do seriado “A Grande Família”), um policial (ótimo ator!!)
chamado “Fábio Júnior Gomes”, Milhem Cortaz
em mais um papel de policial durão (mas,
neste filme, manteiga derretida!), etc. Todo o elenco
rende bem. O roteiro de Cláudio Torres
Gonzaga (com contribuições de Halder) é engenhoso
e eclético: soma humor popular com romance e até com um pouquinho
de chantagem sentimental-telúrica. A fotografia é eficiente
e serve aos propósitos do filme. Mas o melhor é a montagem, vibrante a
ponto de não deixar uma narrativa de 100 minutos perder o fôlego.
A abertura com registros do comércio popular
paulistano e a cidade em sua
região central é excelente. Me diverti muito e
lhes recomendo este filme.
E reafirmo os elogios que Arnaldo
Jabor fez a Tom Cavalcanti,
muitoss anos atrás, quando o humorista estourou na
TV brasileira. O diretor de “Tudo Bem” até pensou
em tê-lo em um de seus elencos. Finalmente,
o cearense (de Sobral) encontra
um filme para chamar de seu…e para imitar
a muitos, em especial Fábio Jr,
o mais citado-parodiado
dos cantores-atores
brasileiros já lembrado em
um único longa-metragem.
*P.S. – O filme levou um “deixa prá
lá” da mídia escrita. Folha de S. Paulo
nem lhe atribuiu cotação em seu roteiro……..

**** SUPER LIBRIS:
Luiz Carlos Maciel é
homenageado no SescTV

Confira o episódio na íntegra em:

http://superlibris.sesctv.org.br/episodios/letras-desbundadas

+ REVISTA DE CINEMA/Uol
(MATERIAS SOBRE FEST ARUANDA
2017 & COBERTURA AMPLA DO CINEMA BRASILEIRO)

+ LIVRO SANJINÉS + FRED COELHO (GLOBO) + CINESESC
& RETROSPETIVA + HOLANDA PREMIA VINCENT CARELLI

+ BILHETERIAS BRASILEIRAS
+ LIVRO SANJINÉS + FRED
COELHO (GLOBO) + CINESESC

+ QUE DIA SAI O
RESULTADO DO
FEST HAVANA 2017??

+ AINDA NÃO VI A LISTA
DOS VENCEDORES
DOS PREMIOS FENIX (MEXICO)

+ BILHETERIAS
BRASILEIRAS:

+ LIVRO SANJINÉS
(desabafo de Sávio Leite)

+ FRED COELHO (artigo “VIDAS
UNIVERSITARIAS”, hoje, em GLOBO)

+ MOSTRA
TIRADENTES 2018
prestará justa homenagem a
BABU SANTANA
impagável na pele do médico gay de
“Café com Canela”, filme da noite
inaugural do festival mineiro (janeiro de 2018).
Com exibição de, entre outros filmes,
UMA ONDA NO AR, de Helvécio Ratton.

*****CINESESC: Mostra
Retrospectiva Brasileira.

+ CineclubinhoCineSesc com três
produções nacionais:
. Jonas e o Circo Sem Lona, Paula Gomes (Bahia)
. A Família Dionti (MG-RJ)
. DPA, Detetives do Prédio Azul (RJ)

+ BILHETERIAS
BRASILEIRAS:

*****ESTREIAS:
. Altas Expectativas…………………..3.132
. Encantados………………………………1.744 (só na região Norte)
. Corpo Delito………………………………402

…. CONTINUAÇÕES:

.OS PARÇAS……………………………………..627.012
.LINO…………………………………………………306.776
. Gosto se Discute………………………………..170.240
. GABRIEL E A MONTANHA………………39.702
. NO INTENSO AGORA………………………..12.136
. On Yoga: Arquitetura da Paz……………….10.640
. VAZANTE……………………………………………..8.694
. Não Devore Meu Coração………………………7.393
. Cromossomo 21………………………………………3.264
. Gabeira……………………………………………………1.287
. Antes o Tempo Não Acabava…………………….970
. Lygia, Uma Escritora Brasileira………………….651

… ESTRANGEIROS:
. Com Amor, Van Gogh……………………..37.962 (INGL-POL)
. Lola Pater…………………………………………..8.468 (FRANÇA)
. Ninguém Está Olhando………………………5.386 (ARGENTINA)
. VERÃO 1993……………………………………….1.585 (Espanha)
. A Bela da Tarde…………………………………….459 (relançamento)

*****SEM DADOS ATUALIZADOS:
.Dona Flor e Seus dois Maridos………………..
. DPA, Detetives do Prédio Azul………………
. Bingo, o Rei das Manhãs………………………..
. Divórcio…………………………………………………
. Maria, Não se Esqueça Que Eu Venho dos Trópicos….

****LIVRO SANJINÉS (SÁVIO)

Sávio,
o desinteresse pela América Latina, em
geral, é imenso. Infelizmente. No último Fest
Gramado, dois ensaístas lançaram livros e
palestraram sobre o cinema do sub-continente.
Havia 6 ou 7 pessoas na plateia. Quando o tema foi
CINEMA FEMININO, havia uma 70 (cada época
tem suas sensibilidades especiais). Mas mesmo
assim não devemos desistir. Quero colaborar com o
livro. Me explique como fazer. Bjs rô
*****
leitefilmes

Livro Sanjinés

Oi Rô um mês aberto do financiamento coletivo
e arrecadamos somente 13% da campanha
o que me faz pensar várias coisas. Será
que alguém se interessa por cinema boliviano?
Pouquissimas, diria raras pessoas do meio
cinematografico apoiaram.
Vc teria uma luz para me dar?

https://www.catarse.me/sanjines

abs,

Sávio Leite

http://leitefilmes.blogspot.com/

*********ATENÇÃO:
SEGUE ARTIGO
DE VINICIUS A. LIMA,
professor da UnB (Universidade
de Brasília, de quem me
orgulho de ter sido aluna):

****SOBRE A
“CULTURA DO
SILÊNCIO”:
NA CARTA MAIOR

Sobre a cultura do silêncio, na Carta Maior.

Estimad@s amig@s,

Depois de mais de um ano sem publicar, retorno ao tema da cultura do silêncio.

Boas Festas para tds.

Venício

https://www.cartamaior.com.br/?/Editoria/Internacional/Sobre-a-cultura-do-silencio-1-/6/38974

Anúncios