**** FEST ARUANDA 2017
****O PROTESTO DE DANDARA: Na foto acima, a atriz Dandara de Morais, ao lado de Maeve Jinkings, sua colega de elenco em “Açúcar”, filme de Renata Pinheiro & Sérgio Oliveira, e dois dos quatro diretores (Ramón Porto e Ian Abé) de “Nó do Diabo”, longa de terror, realizado na Paraíba. No debate dos dois filmes, que participam da mostra competitiva do Festival Aruanda do Audiovisual Brasileiro, Dandara contou que recusou papel em “Nó do Diabo”, pois ficou horrorizada com o que viu na escaleta inicial do roteiro. E que, depois, recebeu o roteiro desenvolvido e continuou incomodada. Não aceitou o papel que lhe caberia. Afinal, nele apareceriam “partes de corpos, membros decepados com a máscara de flandres, enfim imagens muito doloridas para uma pessoa negra”. No caso de “Açúcar”, filme em que Dandara, bailarina e atriz de 27 anos, interpreta uma jovem doméstica, ela pediu a Renata e Sérgio que criassem novas sequências para dar densidade à personagem. O que foi feito, tornando-a mais complexa. Mesmo assim, a atriz disse que não ficou 100% satisfeita com a personagem. Dandara, que protagonizou “Ventos de Agosto”, de Gabriel Mascaro, lembrou que “as personagens negras agora têm falas nos filmes, mas continuam na cozinha e na senzala”. E propôs aos diretores que, ao escrever seus roteiros com histórias ligadas aos afro-brasileiros, tenham uma pessoa negra a seu lado, prestando consultoria. Lembrou que é uma atriz tão boa quanto as brancas com as quais trabalha. “Temos subjetividade”, reafirmou, mas “continuamos em papeis secundários, sem complexidade”. A atriz pernambucana protestou contra a ideia corrente no meio cinematográfico de que atrizes (como Zezé Motta, Isabel Zua, ambas no elenco de “Nó do Diabo”) fizeram papel de escravas porque quiseram. “Atrizes negras não fazem estes papeis porque querem, mas porque não têm alternativa”. Elas precisam trabalhar e como as chances são rarefeitas, têm que aceitar interpretá-los, para garantir a própria sobrevivência artística e cotidiana.

*******A ATRIZ MALU GALLI
participa do Fest Aruanda com dois filmes:
PELA JANELA, de Carolina Leone, e AÇUCAR,
de Renata Pinheiro e Sérgio Oliveira.

***ELBA RAMALHO ASSISTIU AO FILME
“OPERA DO MALANDRO”, QUE ELA PROTAGONIZA
AO LADO DE EDSON CELULARI, CLAUDIA OHANA, NEY
LATORRACA E FABIO SABAG, NO CINÉPOLIS MANAÍRA,
DEPOIS DE RECEBER UM PREMIO ARUANDA
Por sua trajetória artística das mãos do diretor Ruy Guerra. Modesta, a a atriz disse que seu papel no ‘filmusical’, que recria peça de Chico Buarque, é de “coadjuvante” . E que movera mundos, fazendo todos os testes possíveis, para atuar na montagem teatral da peça da recriação buarqueana da “Ópera dos Três Vinténs”, de Brecht, mas hesitou muito em atuar no filme. “Minha carreira de cantora estava consolidada e eu teria exaustivos ensaios, inclusive de complexas coreografias. Mas Chico Buarque insistiu tanto, que me convenceu”. E mais, contou sorrindo: “ele prometeu compor uma música especial para eu interpretar no filme. Foi assim que nasceu “Palavra de Mulher”. A “cantriz” disse que sofreu muito durante as filmagens, pois Ruy Guerra era exigente demais. “Passei dois meses preparando a coreografia de “O Meu Amor” , na qual Margot, minha personagem, e Ludmila, a de Claudia Ohana, duelam cantando e dançando, pelo amor de Max Overseas (Celulari)”. Só que Ruy não gostou do resultado da nossa dança quando ela foi impressa no celulóide. Mandou refazer. Foi uma loucura. Tivemos que, em poucas horas, prepara tudo de novo”. Mas, passados 32 anos, ela só tem orgulho do que fez no filme, em especial das sequências em que canta “Palavra de Mulher”, e do antológico bailado-duelo. “Ficou parecendo filme de Carlos Saura”.

** NA REVISTA
DE CINEMA/Uol:

+ EDGARD NAVARRO FARÁ FILME
COM JEAN-CLAUDE BERNARDET

+ PROTESTO DE RUY GUERRA: VERSÃO DE
OS FUZIS, DO DIRETOR, TEM VINTE
MINUTOS A MAIS QUE A LANÇADA
PELO PRODUTOR JARBAS BARBOSA

http://revistadecinema.uol.com.br/2017/12/festival-aruanda-–-edgar-navarro-revela-que-fara-filme-com-jean-claude-bernardet/
Julie Tseng – 11 98747-8965
www.revistadecinema.com.br

Anúncios