CINECLUBE CPC-UMES + LUIZ MELODIA NO SescTV
+ TENDLER + ZUZA + EMILIA SILVEIRA

+ ZUZA HOMEM DE JAZZ
Pesquisador, que está lançando livro sobre Samba-Canção
é o entrevistado do Caderno EU, do Valor Econômico
desta sexta (04-08-17). Na mesma edição coluna de
Maria Cristina Fernandes), de Amir Labaki e matéria
com Silvio Tendler, que prepara 7 novos filmes.

****CANAL BRASIL:
Hoje tem SOM DO VINIL
Amanhã, CINEJORNAL

******Amanhã, sábado,
será exibido o documentário
GALERIA F,
de Emília “70” Silveira
na Globonews, 20h30.
Não percam.

*********Luiz Melodia é
homenageado pelo SescTV

Confira teaser de
Sinfônica Heliópolis
e Luiz Melodia, em:
https://www.youtube.com/watch?v=t47JYmf7Wog
Confirma teaser de Com a Palavra Arnaldo Antunes & Luiz Melodia, em:https://www.youtube.com/watch?v=ofTanvUiNFo

Baixe fotos em: https://www.flickr.com/photos/134385002@N03/36236163851/in/dateposted-public/
https://www.flickr.com/photos/134385002@N03/36204627122/in/dateposted-public/
https://www.flickr.com/photos/134385002@N03/36236165071/in/dateposted-public/

CINECLUBE CPC-UMES: CINE ITALIANO (BOCCACIO 70) + QUARTA 09/08:
Uma Volta Ao Mundo Em 30 Filmes

******SEGUNDA-FEIRA, 07/08:
Mostra Permanente de Cinema Italiano

Na próxima segunda-feira (07), a Mostra Permanente de Cinema Italiano apresentará o filme “Boccaccio ’70”, de Monicelli, Fellini, Visconti e De Sica. Aproveite, só na UMES você tem cinema italiano com entrada franca!

A sessão será iniciada às 19 horas no Cine-Teatro Denoy de Oliveira, na Rua Rui Barbosa, 323, Bela Vista. Chame sua família e seus amigos, participe!

BOCCACCIO ’70 (1962), DE MONICELLI, FELLINI, VISCONTI, DE SICA

SINOPSE

Um casal de operários, Renzo e Luciana, finalmente decidem se casar e juntar suas vidas. Mas sua paz no casamento ainda está ameaçada já que eles precisam esconder tudo de seu empregador, que não permite o relacionamento. E um outro problema também os assola: a falta do próprio quarto.

OS DIRETORES

Mario Monicelli (1915-2010)

Crítico cinematográfico desde 1932, de 1939 a 1949 colaborou em cerca de 40 filmes, como argumentista, roteirista e assistente de direção. O começo de seu trabalho como diretor ocorre em 1949, em parceria com Stefano Vanzina, em “Totò Cerca Casa”. A colaboração dos dois diretores deu origem a oito filmes, dentre os quais os célebres “Guardie e Ladri” (1951) e “Totò a Colori” (1952). Em 1953 inicia o trabalho solo. “Os Eternos Desconhecidos” (1958), com elenco composto por Vittorio Gassman, Marcello Mastroianni, Totò e Claudia Cardinale, é considerado o primeiro do filão da commedia all`italiana. Em 1959, “A Grande Guerra” ganhou o Leão de Ouro do Festival de Veneza e rendeu sua primeira indicação ao Oscar. A segunda viria em 1963, com “Os Companheiros”. Diversas outras películas merecem destaque, em sua carreira de mais de 60 filmes: “O Incrível Exército de Brancaleone” (1966), “Meus Caros Amigos” (1975), “Um Burguês Muito Pequeno” (1977), “Quinteto Irreverente” (1982).

Federico Fellini (1920-93)

Nascido e criado em Rimini, região da Emilia-Romagna, Fellini se mudou para Roma, em 1939, e começou a ganhar a vida escrevendo e desenhando caricaturas na revista semanal Marc´Aurelio – vários desses textos foram adaptados para uma série de programas de rádio sobre os recém casados “Cico e Paullina”. Estreou no cinema, em 1942, redigindo histórias o para o comediante Aldo Fabrizzi. Em 1943, casou-se com a atriz Giulietta Masina – vencedora no Festival de Cannes pela participação em “Noites de Cabíria”, filme dirigido pelo próprio Fellini em 1957. A partir de 1945, colaborou intensamente como roteirista com três dos principais criadores do movimento neorrealista (Roberto Rossellini, Alberto Lattuada, Pietro Germi), antes de desenvolver um estilo alegórico e barroco que se tornou sua marca registrada.

Fellini participou da elaboração de 51 roteiros e dirigiu 25 filmes, entre os quais “Os Boas Vidas” (1953), “Estrada da Vida” (1954), “Noites de Cabíria” (1957), “A Doce Vida” (1960), “8½” (1963), “Roma” (1972)”, “Amarcord” (1973), “Ensaio de Orquestra” (1978). “E La Nave Va” (1983).

Luchino Visconti (1906-76)

Luchino Visconti di Modrone, conde de Lonate Pozzolo, nasceu em Milão e descende da família Visconti da antiga nobreza italiana. Começou seu trabalho no cinema como assistente do diretor francês Jean Renoir nos filmes “Toni” (1934), “Les Bas-Fonds” (1936), “Partie de Campagne” (1936). Ingressou no Partito Comunista d’Italia em 1942. Seu primeiro filme como diretor foi “Obsessão” (1943). Voltou-se em seguida para o teatro. Em 1948, realizou “La Terra Trema”, um clássico do cinema neorrealista. Recebeu sua primeira premiação no Festival de Veneza (Leão de Prata), em 1957, pelo filme “As Noites Brancas” – baseado em conto de Fiodor Dostoievski. Em 1960, chega aos cinemas “Rocco e Seus Irmãos” e, em 1963, o mais aplaudido de seus trabalhos, “O Leopardo”, adaptação do romance de mesmo nome de Giuseppe Tomasi di Lampedusa. Depois vieram “As Vagas Estrelas da Ursa” (1965), “O Estrangeiro” (1967), “Os Deuses Malditos” (1969), “Morte em Veneza” (1971), “Ludwig” (1972), “Violência e Paixão” (1974) e “O Intruso” (1976).

Visconti assina também a direção de 42 peças teatrais e 20 óperas encenadas entre 1945 e 1973.

Vittorio De Sica (1901-74)

Diretor, ator, escritor e produtor, Vittorio De Sica nasceu em Sora, mas cresceu em Nápoles e começou a trabalhar cedo como auxiliar de escritório, para sustentar a família. Sua paixão pelo teatro levou-o aos palcos. Ao final da década de 20, ele fazia sucesso como ator. Em 1933, montou sua própria companhia.

De Sica voltou-se para o cinema em 1940. Ao amadurecer, tornou-se um dos fundadores do neorrealismo, emplacando uma sequência de quatro clássicos que figuram em todas as antologias: “Vítimas da Tormenta” (1946), “Ladrões de Bicicletas” (1948), “Milagre em Milão” (1950), “Humberto D” (1951) – os dois primeiros realizados em parceria com o escritor Cesare Zavattini, outro papa do movimento. Também dirigiu “O Juízo Universal” (1961), “La Rifa” (1962, episódio de “Decameron 70”), “Ontem, Hoje, Amanhã” (1963), “O Ouro de Nápoles” (1964), “Matrimônio à Italiana” (1964), “Girassóis da Rússia” (1970), “Jardim dos Finzi-Contini” (1970), “Amargo Despertar” (1973).

Fique por dentro de nossa programação completa:https://goo.gl/lQeT4Q

SERVIÇO

Filme: Boccaccio ’70 (1962), de Monicelli, Fellini, Visconti, De Sica

Duração: 208 minutos

Quando: 07/08 (segunda-feira)

Que horas: pontualmente às 19 horas.

Quanto: entrada franca

Onde: Rua Rui Barbosa, 323 – Bela Vista (Sede Central da UMES SP)

QUARTA 09/08: Uma Volta Ao Mundo Em 30 Filmes

Na próxima quarta-feira (09), a mostra “Uma Volta Ao Mundo Em 30 Filmes” apresentará o filme “Nu Entre Lobos”, de Frank Beyer. Aproveite, só na UMES você confere o cinema mundial com entrada franca!

A sessão será iniciada às 19 horas no Cine-Teatro Denoy de Oliveira, na Rua Rui Barbosa, 323, Bela Vista. Chame sua família e seus amigos, participe!

ALEMANHA: NU ENTRE LOBOS

(1962), DE FRANK BEYER

SINOPSE

Para salvar a vida de uma criança introduzida clandestinamente no campo de concentração de Buchenwald, os prisioneiros formam à sua volta um muro de solidariedade, enfrentando o terror, a tortura – e a morte.

Fique por dentro de nossa programação completa: https://goo.gl/8Rw3fj

SERVIÇO

Filme: Nu Entre Lobos (1962), de Frank Beyer

Duração: 124 minutos

Quando: 09/08 (quarta-feira)

Que horas: pontualmente às 19 horas.

Quanto: entrada franca

Onde: Rua Rui Barbosa, 323 – Bela Vista (Sede Central da UMES SP)

sesctv_portal_Maxpress.jpg

***************Luiz Melodia é
homenageado pelo SescTV

O canal exibe duas apresentações musicais com o músico

Sinfonica_Heliopolis_e_Luiz_Melodia_foto_Joca_Duarte-3_2.jpg
Foto: Joca Duarte.

O SescTV presta homenagem ao cantor, compositor e músico Luiz Carlos dos Santos, ou Luiz Melodia como ficou famoso, que morreu nesta sexta-feira (4), aos 66 anos, vítima de um câncer na medula óssea. O canal exibe as apresentações musicais Sinfônica Heliópolis e Luiz Melodia, hoje e no domingo (6), às 18h, e Com a Palavra Arnaldo Antunes & Luiz Melodia, amanhã (5), às 16h, e no domingo (6), às 15h (assista também em sesctv.org.br/avivo).

Com direção musical e geral do maestro Edilson Ventureli, o concerto Sinfônica Heliópolis e Luiz Melodia mostra uma sonoridade que funde MPB, samba e música clássica. Melodia canta composições que marcaram a sua carreira, como Pérola Negra, Juventude Transviada; e Estácio Holly Estácio, com acompanhamento da Orquestra Sinfônica Heliópolis. Eles também apresentam clássicos da música brasileira, como Codinome Beija-Flor, de Cazuza, e Diz Que Fui Por Ai, de Zé Kéti.

Gravado no Sesc Santos, litoral de São Paulo, em maio de 2009, com direção para TV de Daniel dos Santos, o espetáculo conta com arranjos da Sinfônica de Heliópolis, projeto Instituto Bacarelli, criado pelo maestro Silvio Baccarelli com o objetivo de transformar a vida de crianças e jovens que vivem na periferia por meio da música clássica.

Já o show Com a Palavra Arnaldo Antunes & Luiz Melodia reúne esses dois músicos de diferentes gerações. No repertório, sucessos como Congênito, composição de Melodia; Não Vou me Adaptar, de Arnaldo Antunes; Fadas, de Luiz Melodia; Quase que Fui lhe Procurar e Negro Gato, de Getúlio Cortes, e Se Você Pensa, de Erasmo Carlos e Roberto Carlos.

A produção traz depoimentos dos dois artistas, que falam sobre a amizade e a admiração que um tem pelo outro; sobre o interesse de ambos pela Jovem Guarda; e sobre a junção que Melodia fez entre o rock and roll e o samba, resultando em uma musicalidade diversificada, sem se prender a um único gênero. Gravado no Sesc Vila Mariana, em 2013, o programa tem direção geral de Daniela Lombardi Cucchiarelli.

Sobre o SescTV:

SescTV é um canal de difusão cultural do Sesc em São Paulo, distribuído gratuitamente, que tem como missão ampliar a ação do Sesc para todo o Brasil. Sua grade de programação é permeada por espetáculos, documentários, filmes e entrevistas. As atrações apresentam shows gravados ao vivo com grandes nomes da música e da dança. Documentários sobre artes visuais, teatro e sociedade abordam nomes, fatos e ideias da cultura brasileira. Ciclos temáticos de filmes e programas de entrevistas sobre literatura, cinema e outras artes também estão presentes na programação.

Serviço:

Homenagem a Luiz Melodia

Apresentações musicais:

Sinfônica Heliópolis e Luiz Melodia
Dias/horário: 4/8,sexta, às 18h, e 6/8, domingo, às 18h.
Classificação indicativa: 12 anos
Direção musical e geral: Maestro Edilson Ventureli
Direção para TV: Daniel dos Santos
Produtora: 5600K

Com a Palavra Arnaldo Antunes & Luiz Melodia
Dias/horários: 5/8, sábado, às 24h; e 6/8, domingo, às 12h30.
Classificação indicativa: Livre
Direção geral: Daniela Lombardi Cucchiarelli
Produtora: Recheio Digital

Para sintonizar o SescTV:
Canal 128, da Oi TV
Ou consulte sua operadora
Assista também online em sesctv.org.br/ao vivo
Siga o SescTV no twitter: http://twitter.com/sesctv
E no facebook: https: facebook.com/sesctv

Informações para imprensa:
SESCTV – Assessoria de Imprensa
Josefa Santina (11) 2607 3587
josantina@sesctv.sescsp.org.br
Agosto/2017

Anúncios