*******QUATRO ABRACCINEIROS (Fatimarlei, Orlandivo, Zanin e Rô) com a cineasta
Emilia Silveira e com Malu Ferreira, ex-Cinemateca Brasileira, no momento da despedida
do Hotel Fazenda do Lajedo do Pai Mateus, em Cabaceiras, na Roliúde Nordestina. Dezembro de 2017 + ALMANAQUE DE JANEIRO DE 2017

ALMANAQUE DE JANEIRO (04-01-17) + BILHETERIAS BRASILEIRAS + PREMIO ALMANAQUE + VERISSIMO + EWALD + GOYA + GUARNICÊ 40 + MÁRCIA + LAZARO RAMOS (WEBSERIE)

Rô Caetano
Maria do Rosário Caetano
Blog: www.almanakito.wordpress.com

ALMANAQUE DE JANEIRO
QUARTA-FEIRA (04-01-2017)

+ PREMIO ALMANAQUE
+ BILHETERIAS BRASILEIRAS
+ AGUARDEM IMAGENS DO NOVO
FILME DE EDGARD NAVARRO

+ PREMIO GOYA (04-02-17)
+ RUBENS EWALD FILHO EM PAULINIA
+ FEST GUANICÊ 40 (MARANHÃO)
+ CENTENARIO DE ANTONIO CALLADO

+ MÁRCIA & BADEN POWELL
+ DOIS LIVROS DE TARIK DE SOUZA
+ NOVO PROGRAMA NO
CANAL BRASIL UNE

ARGENTINA & BRASIL

+ EM FEVEREIRO, LANÇAMENTO DO NOVO DICIONÁRIO DE ANTONIO LEAO. DESTA VEZ, SOBRE CINEMA SUPER 8

+ COLUNA DE SILVIA COLOMBO (FOLHA S. PAULO: Presídios e gangues na América Latina/Jon Lee Anderson)

+ LAZARO RAMOS (WEBSERIE)
+ MASHA E O URSO (RUSSIA-BRASIL)

**ALMANAQUE – QUARTA-

FEIRA – 04-12-2017

+ MARCIA, A CANTORA DISCRETA

+ BILHETERIAS BRASILEIRAS

+ RUBENS EWALD FILHO É
O NOVO SECRETARIO DE
CULTURA DE PAULINIA,
MUNICIPIO PAULISTA de 70 MIL HABITANTES,
localizado no interior

paulista, sede do Polo Magia
do Cinema e do Festival de Cinema de Paulínia.

+ DIA 26 DE JANEIRO:
centenário do escritor niteroinese
ANTONIO CALLADO (Quarup,
Reflexos do Baile, Sempreviva, etc).
A cineasta Emília Silveira está montando um filme sobre
o grande escritor, grande jornalista e grande brasileiro.

+ DUAS GRANDES ESTREIAS
NESTA QUINTA-FEIRA:
O APARTAMENTO (IRÃ) E
EU, DANIEL BLAKE (INGLATERRA)

+ MOSTRA TIRADENTES – ANO 20
última semana (aliás, dois finais de semana
com uma semana no meio) de janeiro, na cidaede histórico-barroca de Minas, serão exibidos e debatidos mais de uma centena de filmes. Sete na Mostra Aurora e 72 curtas dividos em dez mostras. E filmes no Cine-Praça.

*CURSOS DE
LUIZA LUSVARGHI (sobre séries de TV) e
de LUCIANO RAMOS (Cinema & História):
Mais informações no site Abraccine.

****MASHA E O URSO + WEBSÉRIE DE LAZARO
RAMOS (endereços de acesso abaixo) + VERISSIMO

+ OS CATADORES E EU (OS CATADORES
E A CATADORA): alguém sugere um título
melhor para a obra-prima de Agnes Varda???

***PREMIO GOYA:
Entrega dos trofeus aos melhores do
cinema espanhol + Prêmio de melhor
filme latino-americano (dia
4 de fevereiro, em Madri)

***ESTREIA: “JANELAS ABERTAS” , DOMINGO,
NO Canal Brasil — GRANDES NOMES DO
CINEMA: uma parceria BRASIL-ARGENTINA

********ESTUDANTE
GANHA PREMIO COM
reportagem sobre
a Cidade de Deus-Rio.
Ler o texto em:
www.estadao.com.br/e/finalistasdo premio

***** Li na coluna do Ancelmo:
Luciana de Almeida Campos
lançará livro resultante de
suas pesquisas, que
mostram o alto índice de suicídio
entre padres católicos. Título:
A Dor Invisível: A Síndrome
de Burnout e a Depressão
entre Religiosos”. (04-12-16)

*****40° Festival
Guarnicê de Cinema
continua com inscrições abertas —
FESTIVAL ACONTECERÁ DE DOIS
A DEZ DE JUNHO DE 2017

***PREMIO ALMANAQUE

O Prêmio Almanaque deste mês de janeiro de 2017 (Ano 14) vai para dois momentos de iluminação de dois grandes artistas: o brasileiro Baden Powell, em “Saravah”, documentário do francês Pierre Barouh (1969), e para Errol Garner, que podemos rever no magistral “A Música Segundo Tom Jobim”, de Nelson Pereira dos Santos & Dora Jobim (2013). No filme de Barouh, que morreu mês passado, em Paris (aos 82 anos), Baden Powell inicia sua imensa participação como cicerone do ator-cantor-compositor-cineasta francês. Barouh contou a Hugo Sukman (ver O Globo, 31-12-16) que chegou ao Rio para registrar o maior número possível de músicos brasileiros. Só que Chico Buarque (e Edu Lobo, entre outros) estava no exílio, Caetano Veloso e Gilberto Gil, presos… Baden, com quem ele fizera a versão do “Samba da Benção” para o filme “Um Homem, Uma Mulher” (Lelouch, 1966), o levou ao encontro da velha guarda do samba brasileiro. Aliás, a dois nomes de grandeza imensa: Pixinguinha e João da Bahiana. As imagens deles conversando, cantando, dançando, tocando prato, etc, são sublimes e raríssimas (o DVD foi lançado no Brasil pela Biscoito Fino). Depois, Baden levou Barouh ao encontro de Maria Bethânia e Paulinho da Viola, que conversaram e cantaram maravilhosamente (nunca vi Bethânia tão falante, aliás, vi, sim, no delicioso depoimento que dá ao filme “Pitanga”, de Brant & Camila, 2016).
Na terceira e última parte do filme, o músico Baden Powell toma conta da festa. Começa a tocar com um grupo de músicos, numa roda, na qual se destaca a cantora Márcia, aos 24 anos. Ele fuma e toca. Leva o cigarro à boca com a rapidez de um corisco. O grupo faz um som sensacional, mas Baden, perfeccionista, pede para repetir. E ele vai-se tornando senhor total de seu violão e de suas melodias. O prazer preenche sua alma, suas mãos, seu rosto, seu sorriso. Baden entra em êxtase, em estado de graça. Momento epifânico. Como Errol Garner, em estado de iluminação, no mais arrebatador dos momentos de “A Música Segundo Tom Jobim” (este filme foi lançado em DVD?????). Baden, meu Santo Baden Poell, ganhou um dos primeiros prêmios Almanaque. O primeiríssimo foi de Moacir Santos (março de 2003). SARAVAH também ganhou o “Almanaque”, quando saiu o DVD da Biscoito Fino. O prêmio agora vai especificamente para a epifania de Baden e Garner (risos).

+ FILMES QUE
MARCARAM EPOCA
no CANAL CURTA! HOJE:
(QUARTA-FEIRA, às 21h00)

****BILHETERIAS
BRASILEIRAS

Fonte: Boletim Filme B.
Editor: Paulo Sérgio Almeida
DATA: 03-01-2017
Assinaturas: filmeb

* BRASILEIROS:
Minha Mãe é 1 Peça 2……………………………………..2.866.919
O Vendedor de Sonhos………………………………………611.136
ELIS……………………………………………………………………538.809
AQUARIUS………………………………………………………..357.820
Masha e o Urso……………………………………………………333.130
BR716………………………………………………………………………8.999
O Amor no Divã………………………………………………………4.503
Teresinha (de Lisieux)………………………………………………1.240
Magal e os Formigas……………………………………………………833

*ESTRANGEIROS:

Invasão Zumbi………………………………………………………..153.555 (Coreia do Sul)
Snowden…………………………………………………………………106.652 (EUA-França-Alemanha)
NERUDA…………………………………………………………………..31.108 (Chile-Espanha)
DEPOIS DA TEMPESTADE……………………………………….12.791 (Japão)
Ninguém Deseja a Noite………………………………………………9.713 (Espanha)
É Apenas o Fim do Mundo…………………………………………..8.064 (Canadá)
O Que Está Por Vir………………………………………………………..6.123 (França)
SANGUE DO MEU SANGUE………………………………………..5.925 (Itália)
BELOS SONHOS……………………………………………………………5.618 (Itália)
VIVA………………………………………………………………………………3.759 (Irlanda-CUBA)
Sieranevada…………………………………………………………………….2.933 (Romênia)
A Última Lição…………………………………………………………………1.982 (França)
Estados Unidos do Amor…………………………………………………….928 (Polônia)
O Lamento…………………………………………………………………………..368 (Coreia do Sul)

***NO MARANHÃO
EM SÃO LUÍS

40° Festival Guarnicê de
Cinema continua com
inscrições abertas

DA ASSESSORIA DE IMPRENSA: O 40° Festival Guarnicê de Cinema continua com inscrições abertas — O calendário cultural e turístico da cidade de São Luís do Maranhão será movimentado de 02 a 10 de junho de 2017 por um grande elenco de cineastas, produtores, atores, atrizes, técnicos e um grande público estimado em mais de dez mil cinéfilos de todas as idades. Todos juntos e misturados celebrarão os 40 anos do Festival Guarnicê de Cinema, que acontecerá em espaços culturais do Centro histórico da capital maranhense. Não fique de fora das comemorações dos 40 anos do maior festival de cinema do Maranhão e um dos mais antigos e tradicionais do país. As inscrições dos filmes poderão ser feitas até às 23h59 do dia 06 de fevereiro de 2017 (horário local), no site cultura.ufma.br/40guarnice.Promovido pela Universidade Federal do Maranhão, o festival é aberto ao público e terá mostras nacionais competitivas de longas e curtas e uma específica para filmes maranhenses. O melhor longa nacional receberá o Troféu Guarnicê e uma premiação em dinheiro no valor de R$ 23 mil reais, dedutíveis de impostos; O melhor curta nacional ganhará Troféu Guarnicê mais premiação em dinheiro no valor de R$ 12 mil reais, também dedutíveis de impostos. O Prêmio Assembleia para melhor filme realizado por maranhenses outorgará uma premiação em dinheiro no valor de dez salários mínimos, dedutíveis de impostos. Fique ligado para não perder prazos:

Inscrição online: De 05/12/16 até às 23h59 do dia 06/02/17

Data limite para os realizadores que optaram pelo envio do filme via Correio ou entrega local do filme: 07/02/17 até às 17h59 (horário local)

Data limite de chegada dos trabalhos postados via correios na organização do festival: 20 de fevereiro de 2017

Divulgação dos selecionados: 12 de março de 2017

Realização do 40º Festival Guarnicê de Cinema: 02 a 10 de junho de 2017

Divulgação dos filmes vencedores e Cerimônia de premiação: 10 de junho de 2017

PAUTA:

FERNANDA SANTOS PINHEIRO

98 3232 3901 e 98 99972 0587

*VERISSIMO E JORGE MORENO:
Não jogo jornal fora. Os acumulo em montes, na esperança de que um dia terei tempo para lê-los. Cada vez os montes (ou pilhas) ficam maiores (para desespero de Zanin, que vez ou outra tropeça num deles e implora para que eu me converta ao digital). Ontem, desbastei uma mala cheia de jornais acumulados nos últimos meses. Selecionei o que gostaria de ler e, antes de dormir (cedo, pois o calor em Santos é abrasador) li duas crônicas notáveis de Mestre Verissimo (APÓSTATAS, 11-09-16, e USURPAÇÃO, 02-10-16, no Estadão ou Globo). Na primeira, ele comenta ideias de Hitchens e Cockburn, para concluir: “Este é o problema com polemistas. ter que manter suas posições, independentemente das evidências”. Na segunda, fala dos usurpadores de obras alheias, no caso de quem se apossou da primeira parte de “Don Quixote”, de Cervantes, para inventar a segunda (parte)… e de outro, que mudou os destinos de Pickwick, personagem de Dickens…
Ah, não!!!, que saudável inveja! Como escrever textos
tão saborosos, tão inteligentes!!! ************* Li
também (em O Globo) duas matérias de Jorge Moreno, que conheço desde os tempos em que trabalhávamos juntos no Jornal de Brasília. Ele era repórter político e eu editora do Caderno de Cultura (de vez em quando ele colaborava conosco: me lembro de uma entrevista muito boa que ele fez com Jorge BEN – creio que ainda não era JOR). A primeira matéria morena que li é de outubro. Ele vai à casa de Artur Xexeo, no Bairro do Peixoto-Rio, para ver como este está depois de passar um mês internado. O resultado do encontro dos dois é de leitura obrigatória. Li também delicioso texto de Moreno sobre o centenário de Miguel Arraes (18-12-2016). Texto e foto (esta do Acervo do Instituto Miguel Arraes) são realmente dignos de toda atenção. É por este tipo de material que vale a pena guardar pilhas de jornais velhos.

******ESTREIA
DESTE DOMINGO,
OITO DE JANEIRO:
“Janelas Abertas”, no Canal Brasil

Domingo agora, dia 8, estreia um programa sobre cinema no Canal Brasil com entrevistas com diretores incríveis, entre eles Alfonso Cuarón, Terry Gilliam, Juan José Campanella, e ainda Diego Luna, Fernando Coimbra e David Byrne, entre outros.

Todos respondendo a uma única pergunta: o que é cinema?. A direção é do Felipe Nepomuceno e do argentino Pablo Giorgelli.

“Janelas Abertas” estreia dia 8 no Canal Brasil

com conversas sobre cinema

Diretores como Alfonso Cuarón e

Juan José Campanella falam sobre influências e motivações

Os diretores Felipe Nepomuceno e Pablo Giorgelli, argentino responsável por “Las Acacias” (2013), fizeram a mesma pergunta para 15 renomados diretores: o que é cinema?. A partir disso, as conversas – que estarão em “Janelas Abertas”, a partir do dia 8 no Canal Brasil – relatam motivações, influências, ideias e sonhos que regem um set de filmagem. Ao longo de cada entrevista, sempre aos domingos, às 21h30, os convidados falam da relação com a sétima arte, curiosidades dos sets e tudo que passa na cabeça deles durante a produção de um filme, além de imagens de arquivo.

No episódio de estreia, o mexicano Alfonso Cuarón, vencedor de duas estatuetas do Oscar por “Gravidade” (2013),fala sobre as influências de clássicos como “Ladrões de Bicicleta” (1948), de Vittorio De Sica, e os detalhes de obras suas, como “Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban” (2004) e “Paris, Je T’Aime” (2006).Na sequência, o americano Terry Gilliam recorda a produção de “12 Macacos” (1995), icônico filme estrelado por Bruce Willis, e os hilários bastidores de “Monty Python e o Cálice Sagrado” (1975),obra protagonizada pelo famoso coletivo britânico de humor. Há ainda entrevistas com Juan José Campanella, David Trueba, Fernando Coimbra, Bertrand Tavernier e David Byrne, entre outros.

“Janelas Abertas” (2017) (13 x 25’)

– Estreia: domingo, dia 8/01, às 21h30

– Horário: domingo, às 21h30

– Horários alternativos: quinta, às 12h30, e sábado às 17h

– Inédito e Exclusivo

– Classificação: 14 anos

+ ULTIMA COLUNA DE MARCOS NOBRE,
CIENTISTA POLÍTICO, NO VALOR
ECONÔMICO, 26-12-16: quem o substituiu???

**MARCIA, A CANTORA:
Em troca de emails com Tárik de Souza, que está lançando dois livros (Sambalanço e MPBambas), falamos da cantora MARCIA. Comentei com ele que ela, discreta (nunca badalada pela imprensa especializada brasileira) esteve (ela continua ativa, aos 72 anos, ou vive tranquila ao lado do marido,
o locutor e comentarista esportivo Sílvio Luiz??) em momentos muito importantes da MPB: nos festivais, com Baden Powell no momento iluminado do documentário SARAVAH (Pierre Barouh, 1969)… Ontem, remexendo material sobre a obra de Nelson Pereira dos Santos, deparei-me com a lista de números musicais (ou seja, com a “alma” do filme) de A MUSICA SEGUNDO TOM JOBIM (NPS-Dora Jobim, 2013). E lá está Márcia, entre gente da grandeza de Errol Garner, Sinatra, Gillespie, Ella, Milton nascimento, etc, etc, etc. Tárik me lembrou momento luminoso da cantora: coube
a ela interpretar EU E A BRISA, de Johnny Alf, no Festival da Record, em 1967. E Vanzolini a tinha como a voz que projetou “Ronda” (embora a primeira gravação fosse de Inezita barroso). Márcia está em projetos discográficos de Eduardo Gudin, etc, etc….

*** DO OUTRO
LADO DE LÁ,
Série infantil (e para toda a família) de

Lázaro Ramos, com Maurício Tizumba, Dany

Ornellas, Edmilson Barros e grande elenco

infanto-juvenil, na qual sete crianças falam do Brasil

nos moldes de narradores de contos africanos.

Episódio 01
www.facebook.com/olazaroramos/videos/1307961852621712/

Episódio 02
www.facebook.com/olazaroramos/videos/1308060282611869/

Episódio 03
www.facebook.com/olazaroramos/videos/1308077335943497/

Episódio 04
www.facebook.com/olazaroramos/videos/1308084115942819/

Episódio 05
www.facebook.com/olazaroramos/videos/1308100025941228/

Episódio 06
www.facebook.com/olazaroramos/videos/1308113872606510/

“Ficha Técnica”

Elenco:

Maurício Tizumba, Nicollas Paixão, Dani Ornellas, Kawane Wesa, Cauê Campos,

Maria Isabel, Oliveira Hilton Santos, Itallo Paixão, Ana Paula Bouzas,

Edmilson Barros, Valdinéia Soriano

Equipe

Direção – Lázaro Ramos

Roteiro – Chica Carelli e Elísio Lopes Junior

Direção de Fotografia – Pablo Baião

Direção de Arte – Paula Scamparini

Trilha Sonora Original – Jarbas Bittencourt

Animação .- Pavê Gastronomia Visual – Eduardo Souza e Rodrigo Lima

VITRINE FILMES TÊM QUATRO
FILMES NO FESTIVAL DE ROTERDÃ
QUATRO FILMES, TRÊS

BRASILEIROS E UM ARGENTINO,

NO FESTIVAL DE ROTERDÃ


Todos estão na mostra Bright Future e serão

lançados comercialmente no Brasil neste ano

O International Film Festival Rotterdam IFFR – (Festival

Internacional de Cinema de Roterdã) acaba de divulgar os filmes da edição

de 2017. Quatro filmes que serão lançados pela Vitrine Filmes serão

exibidos: Pela Janela de Carol Leone,

Corpo Elétrico de Marcelo Caetano, Los Territórios de

Ivan Granovsky e Elon Não Acredita na Morte de Ricardo Alves Jr.

Considerado um dos maiores festivais da Europa, a

edição desse ano acontece entre os dias 25 de janeiro e 5 de fevereiro de 2017.

****ALMANAKITO
TERÇA-FEIRA – 03-12-2017

*****”VIDA DE MENINA”, DE HELENA SOLBERG,
ADAPTAÇÃO DE LIVRO-DIARIO DE HELENA MORLEY.

****LEIAM, NA FOLHA (03-01-17), RESENHA DO
SEGUNDO VOLUME DE “NERVURAS DO REAL”,
LIVRO DE MARILENA CHAUĪ, 750 PAGINAS

**** NO ALIÁS-ESTADAO, ESPECIAL DE DOMINGO

+ DOIS NOVOS LIVROS DE TARIK DE SOUZA:
SAMBALANÇO E MPBAMBAS

*****”VIDA DE MENINA”,
DE HELENA SOLBERG (O GLOBO, 03-01-17),
ADAPTAÇÃO DE LIVRO-DIARIO
DE HELENA MORLEY:
UM BELO E PEQUENO FILME FEMININO,
QUE MERECE SER VISTO E REVISTO….

****LEIAM, NA FOLHA, RESENHA DO SEGUNDO VOLUME
DE “NERVURAS DO REAL”, LIVRO DE MARILENA CHAUĪ,
750 PAGINAS. SOMADO AO PRIMEIRO VOLUME,
SÃO 1.500 PAGINAS DE INTELIGÊNCIA DA PROFESSORA DA USP.

**** NO ALIÁS-ESTADAO, ESPECIAL
DE DOMINGO, VOLTO A LHES RECOMENDAR
O ARTIGO DE LILIAN SCHWARZ, BIÓGRAFA COM
HELOISA STARLING, DO “BRASIL”,
O TEXTO DE SERGIO AUGUSTO (que
fala também dos QUASE 100
anos da Revolução Bolchevique), do
ensaio de SERGIO SANT’ANNA
sobre literatura brasileira, o de UGO GIORGETTI, e
o texto do Zanin, sob a palavra QUEDA.

***REVI NA SEGUNDA-FEIRA, “O SOM DO
VINIL- MARTINHO DA VILA”: BOM DEMAIS,
COM TRECHO DE CRITICA DE AUGUSTO DE
CAMPOS A “MENINA MOÇA” + CANAL BRASIL

****PARECE — VAMOS
AGUARDAR & CONFERIR
OS DADOS FINALIZADOS — QUE
O CINEMA BRASILEIRO
VENDEU 30 MILHÕES DE INGRESSOS EM 2016. OU
SEJA, 7 MILHÕES A MAIS QUE EM 20013, QUANDO
OCUPOU MAIS DE 21% DE SEU MERCADO INTERNO.
MAS ESTE ANO, MESMO COM MAIS INGRESSOS
VENDIDOS, A TAXA DE OCUPAÇÃO DEVE SER
BEM MENOR, POIS O CINEMA DOS EUA VENDEU
AINDA MAIS INGRESSOS DO QUE VENDE
A CADA NOVO ANO….

******DUAS BELAS
ESTREIAS NESTA QUINTA-FEIRA:
“O APARTAMENTO”, DO IRÃ farhadiano,
E “EU, DANIEL BLAKE”,
DA INGLATERRA kenloachiana.

******EM ANEXO: ULTIMA
COLUNA DE MARCOS NOBRE,
CIENTISTA POLÍTICO, NO VALOR
ECONÔMICO, 26-12-2016 — “A CAVALARIA
TUCANA”. VER NESTA REMESSA, A
DESPEDIDA DO ÓTIMO ARTICULISTA

+ MASHA E O
URSO, O FILME + MARTINHO DA
VILA NO SOM DO VINIL
+ GUILHON ALBUQUERQUE + LUIZ WERNECK
VIANNA + NESTA SEGUNDA-FEIRA, NO CANAL BRASIL, ESPELHO, DE LAZARO RAMOS

+ MASHA E O
URSO (FILME BRASILEIRO???)

+ MARTINHO DA VILA (SOM DO
VINIL, NO CANAL BRASIL)

+ LILIAN SCHWARTZ E O RACISMO
BRASILEIRO (HOJE, NO “ALIÁS” ESPECIAL
ANO NOVO, DO ESTADÃO, 01-01-17)

+ ATIVISMO JUDICIAL + LUIZ WERNECK VIANNA
E OS “TENENTES DE TOGA” (REFORMA MORAL)

**MASHA E O URSO:
Fui ver esta “estranha” produção “brasileira”, ontem, no Cinemark Praiamar, em Santos. 11h50 da manhã, sábado com muito sol e calor, véspera do Ano Novo. Havia 23 pessoas na sala. Pais com crianças pequenas. Ainda não entendi
a origem deste filme. Os créditos artísticos e técnicos são “brasileiros”, produção de uma empresa de animação, com Paris Filmes e SBT. Diretor russo (OLEG KUSOVKOV ). As
criancinhas adoraram, jogaram beijos para a tela, não queriam ir embora. Queriam ver de novo!!! O desenho pouco tem de russo (só a roupinha da Masha e o urso). 90% do roteiro referencia o cinema norte-americano, com pinceladas em contos de fada nórdicos. Tudo escrito em inglês (quando se usa algum idioma em cenários). Num dos episódios finais (parece que o material soma produções de 2008 a 2016) há ‘direção geográfica’ que cita a Rússia: MOSCOU-ALASKA (existe uma cidade na Rússia chamada Alaska? Como ir de trem de Moscou ao Alaska norte-americano? Liberdade poético-geográfica?). ****Num dos episódios belo uso de “Besame Mucho”. Gostei muito dos desenhos. Ficaria melhor sem as intervenções de Maísa Silva e de uma Abravanel, Sílvia. Mas as crianças gostam. Na saída, elas posaram, felizes, em frente ao cartaz. Quando achei o celular, só deu para fotografá-las indo embora, felizes. ******O filme já vendeu, no Brasil (até dia 27 de dezembro), 312.788 ingressos, em raros horários (em Santos, há sessões somente às 11h40 numa sala, e 12h05, noutra!).

*******CONCURSO
DE CHARGES:
Quem Te Viu, Quem Te Vê.
Tema: a canção de Chico Buarque.
Promoção do Instituto Memória
Musical Brasileira (MMuB)
Serão selecionados os 40 melhores trabalhos.

*** PIERRE BAROUH
Belíssimo texto de Hugo Sukman, em
O Globo (sábado, 31-12-16). Leitura obrigatória.

*****Transcrevo, abaixo,
trecho de artigo de um intelectual que,
assim como Luiz Werneck Vianna, em entrevista
ao Estadão (20-12-16), apontou absurdos a
que estamos assistindo no Brasil:
(…) “Passado um ano, já ninguém se surpreende
quando, com base apenas em suas convicções morais, um
grupo de procuradores usa recursos públicos para divulgar
suas conclusões PESSOAIS sobre investigações ainda em
curso, ou para dar ultimatum aos legisladores. Ou, o que é pior, deixa claro que o Legislativo não tem direito de contrariar a opinião deles sobre o que é melhor para o país”. (Trecho de artigo do cientista político José Augusto Guilhon Albuquerque: “Ativismo institucional pode levar-nos à derrocada”,
Estadão, 29-12-2016).

**MARTINHO DAS
VILA SÓ QUERIA COMPOR:
Amei o SOM DO VINIL
com Martinho da Vila (não via o programa há
meses, tantas foram as viagens e maratonas de filmes).
Vale ficar atento às reprises, no CANAL BRASIL.
Apresentação de Charles Gavin, pesquisa de Tárik de
Souza (que está lançando dois livros: SAMBALANÇO e MPBambas, com as melhores entrevistas de seu
programa no mesmo Canal Brasil)

****REPERTORIO DO FILME

“A Música Segundo Tom Jobim”,

de Nelson Pereira dos

Santos & Dora Jobim (2013):

Disponível em DVD???

Por qual selo????

JOBIM SINFÔNICO / regente Roberto Minczuk

Garota de Ipanema

Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes

GAL COSTA

Se todos fossem iguais a você

Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes

ELIZETH CARDOSO

Eu não existo sem você

Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes

JEAN SABLON

A felicidade Adieu tristesse

Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes (Versão: M. Camus e André Alvet)

AGOSTINHO DOS SANTOS

A felicidade

Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes

PIERRE BAROUH

Água de beber Ce n’est que de l’eau

Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes (Versão: Pierre Barouh)

ALAÍDE COSTA

Insensatez

Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes

HENRI SALVADOR

Eu sei que vou te amar Je sais que je vais t’aimer

Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes (Version: George Moustaki)

JOBIM SINFÔNICO

O homem

Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes

DIZZY GILLESPIE

Chega de saudade

Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes

GARY BURTON

Chega de saudade

Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes

SILVIA TELLES

Samba de uma nota só

Antonio Carlos Jobim e Newton Mendonça

ANTONIO CARLOS JOBIM E GERRY MULLIGAN

Samba de uma nota só One note samba

Antonio Carlos Jobim e Newton Mendonça (Version: Antonio Carlos Jobim)

ANTONIO CARLOS JOBIM

Samba de uma nota só One note samba

Antonio Carlos Jobim e Newton Mendonça (Version: Antonio Carlos Jobim)

ANTONIO CARLOS JOBIM

Desafinado Off key

Antonio Carlos Jobim e Newton Mendonça (Version: Gene Lees)

ELLA FITZGERALD

Desafinado Off key

Antonio Carlos Jobim e Newton Mendonça (Version: Gene Lees)

SAMMY DAVIS JR

Desafinado Off key

Antonio Carlos Jobim e Newton Mendonça (Version: Gene Lees)

JUDY GARLAND

Insensatez How Insensitive

Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes (Version: Norman Gimbel)

ANTONIO CARLOS JOBIM AND VINICIUS DE MORAES

Garota de Ipanema

Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes

ERROL GARNER

Garota de Ipanema

Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes

PAT HERVEY

Garota de Ipanema

Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes

MARCIA

Garota de Ipanema

Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes

LIO

Garota de Ipanema The girl from Ipanema

Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes (Version: Norman Gimbel)

MINA

Garota de Ipanema La Ragazza di Ipanema

Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes (Version: Giorgio Calabrese)

BBC SHOW

Garota de Ipanema The girl from Ipanema

Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes (Version: Norman Gimbel)

ANTONIO CARLOS JOBIM

Garota de Ipanema The girl from Ipanema

Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes (Version: Norman Gimbel)

ANTONIO CARLOS JOBIM E FRANK SINATRA

Garota de Ipanema The girl from Ipanema

Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes (Version: Norman Gimbel)

ANTONIO CARLOS JOBIM E FRANK SINATRA

Corcovado Quiet Nights of Quiet Stars

Antônio Carlos Jobim (Version: Gene Lees)

ELIS REGINA

Corcovado

Antonio Carlos Jobim

ADRIANA CALCANHOTO

Ela é carioca

Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes

NARA LEÃO

Dindi

Antonio Carlos Jobim e Aloysio de Oliveira

MAYSA

Por causa de você

Antonio Carlos Jobim e Dolores Duran

FERNANDA TAKAI

Estrada do sol

Antonio Carlos Jobim e Dolores Duran

NANA CAYMMI

Sem você

Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes

DIANA KRALL

Este seu olhar

Antonio Carlos Jobim

OSCAR PETERSON

Wave

Antonio Carlos Jobim

SARAH VAUGHAN

Wave

Antonio Carlos Jobim

CYBELE E CYNARA

Sabiá

Antonio Carlos Jobim e Chico Buarque

ANTONIO CARLOS JOBIM E ELIS REGINA

Águas de março

Antonio Carlos Jobim

CARLINHOS BROWN

Luiza

Antonio Carlos Jobim

JANE MONHEIT

Águas de março Waters of March

Antonio Carlos Jobim

STACEY KENT

Águas de março Lex eaux de mars

Antonio Carlos Jobim (Version: Georges Moustaki)

BIRGIT BRÜEL

Águas de março Waters of March

Antonio Carlos Jobim

MILTON NASCIMENTO

Matita Perê

Antonio Carlos Jobim e Paulo Cesar Pinheiro

LISA ONO E PAULO JOBIM

Brigas nunca mais

Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes

ANTONIO CARLOS JOBIM E MIÚCHA

Samba do avião

Antonio Carlos Jobim

ANTONIO CARLOS JOBIM

Chovendo na roseira

Antonio Carlos Jobim

ANTONIO CARLOS JOBIM E BANDA NOVA

Two kites

Antonio Carlos Jobim

Bebel

Antonio Carlos Jobim

Correnteza

Antonio Carlos Jobim e Luiz Bonfá

Canta, canta mais

Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes

Chega de saudade

Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes

Só danço samba

Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes

ANTONIO CARLOS JOBIM, CHICO BUARQUE E BANDA NOVA

Anos dourados

Antonio Carlos Jobim e Chico Buarque

CAETANO VELOSO, MILTON NASCIMENTO, CHICO BUARQUE, GAL

COSTA, GILBERTO GIL E PAULINHO DA VIOLA

Lamento no morro

Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes

ANTONIO CARLOS JOBIM

Garota de Ipanema

Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes

JOBIM SINFÔNICO

Saudade do Brasil

Antonio Carlos Jobim

*****DEFENSORES DE UMA

REFORMA APENAS MORAL”

A cavalaria tucana.pdf

Anúncios