FEST ARUANDA 2016 — A cineasta Emília Silveira assistiu, ontem, no Fest Aruanda, ao seu filme GALERIA F, ao lado do ex-preso político e atual juiz do trabalho Theodomiro Romeiro dos Santos. O filme, que participa da mostra Sob o Céu do Nordeste, refaz a rota de fuga do ex-preso político por fazendas, convento e estradas baianas, até chegar a Arraial do Cabo, no Rio, e a Brasília, onde encontrou abrigo na Nunciatura Apostólica até partir para o exílio. Tudo isto, em 1979, época da Anistia. Thedomiro não foi anistiado por ter cometido crime de sangue (matou um militar num enfrentamento no começo dos anos 1970). Um dos documentos citados por Emília em seu documentário (ela participa da mostra competitiva com SILÊNCIO NO ESTÚDIO, sobre Edna Savaget) é o folheto de cordel O HOMEM QUE FUGIU DA ANISTIA DE FIGUEIREDO.

Enviado do meu iPhone

Anúncios