***FEST BRASILIA 2016 – ANO 49 — As mulheres são maioria no juri oficial de longa-metragem do Festival de Brasília. A atriz Mayana Neiva, a produtora Diana Almeida, a fotógrafa Katia Coelho e a atriz Camila Márdila (as quatro nesta foto, de minha autoria, feita no Cine Brasília) se somam aos críticos Luiz Carlos Merten e João Luiz Vieira (também professor da UFF) e ao cineasta Paulo Caldas. A presença feminina no Festival, na mostra oficial e nas paralelas, é das mais significativas. Na competição oficial estão Alice Andrade (com Vinte Anos) e Marília Rocha (com A Cidade Onde Envelheço). Na Mostra Brasília- Prêmio Câmara Legislativa, está Tânia Quaresma, com Catadores de Histórias. Nas paralelas: Dea Ferraz (Câmara de Espelhos), Paula Sachetta (Precisamos Falar de Assédio), Claudia Priscilla (A Destruição de Bernardet, filme que será exibido HOJE, 19hOO, no Cine Brasília, e debatido amanhã, de manhã), Marília Hughes (A Cidade do Futuro), Aude Chevalier-Beaumel (Sexo, Pregação e Política) e Marcela Borela (Taego Ãwa). Em alguns destes filmes, as realizadoras dividem a direção com parceiros.

Enviado via iPad de Rô Caetano

Anúncios