ALMANAKITO (20-09-16) + DEPARDIEU EM NITEROI + FEST BRASILIA
+ NISE + LUA EM SAGITARIO + FEST DO RIO + AQUARIUS
+ MOSTRA MULHER NO CCBB

*******ALMANAKITO
TERÇA-FEIRA (20-09-16)

+ GÉRARD DEPARDIEU NA RESERVA
CULTURAL DE NITEROI – CAMINHO NIEMEYER

+ FEST BRASILIA 2O16
“CINEMA NOVO”, DE ERYK ROCHA, E
“IMPROVÁVEL ENCONTRO” – FARKAS &
ZÉ MEDEIROS”, DE LAURO ESCOREL,
ABREM EDIÇÃO 49

+ FEST IN EDIT PREMIA
FILME DE BETH FORMAGGINI

+ ENTREVISTA DE MARCIO
POCHMANN À CARTA CAPITAL 919

+ MIDIA: VENICIO A. DE LIMA:
Neoliberalismo, Mídia e Democracia

***LEITURA OBRIGATORIA:
COLUNA DE MARCOS NOBRE (VALOR
ECONÔMICO – SEGUNDA-FEIRA: 19-09-16) +
Coluna luminosa de André Singer (FSP-17-09-16)

+ NISE, FILME DE
ROBERTO BERLINER
já foi visto por mais
de 150 mil espectadores.

+ FEST DO RIO 2016 + AQUARIUS + FEST INDIE NO
CINESESC + BIFF (BRASILIA)

+ MOSTRA “MULHERES EM CENA” NO CCBB

***ATOR GÉRARD
DEPARDIEU
VISITA A RESERVA
CULTURAL DE NITERÓI
PARA APRESENTAR “O VALE DO AMOR”,
UM DE SEUS TRABALHOS MAIS RECENTES
(ELE JÁ ATUOU EM MAIS DE CEM FILMES)

NITEROI-DOMINGO (18-09-2016) – O ator Gérard Depardieu, de 67 anos, chega ao complexo cinematográfico RESERVA CULTURAL, plantado no CAMINHO DE NIEMAYER, em Niterói, para apresentar um de seus 140 filmes, O VALE DO AMOR, de Guillaume Nicloux. Neste filme, ele volta a trabalhar ao lado de Isabelle Huppert. A Reserva niteroiense compõe-se com cinco salas de cinema e um bar (no primeiro andar), complementado com imenso terraço e bela vista. No térreo, amplo pátio e um
conjunto de livraria (Blooks, de Elisa Ventura), bistrô (Bistrô Reserva), restaurantes
e uma loja de brinquedos, que organiza piqueniques para crianças, aos domingos,
no amplo gramado do complexo. A obra é uma criação de Oscar Niemeyer e integra o Caminho de Niemeyer, que compõe-se com o MAC (Museu de Arte Contemporânea), em Icaraí; com o Teatro Popular, o Memorial Roberto da Silveira e outra edificação (nas Barcas, com a Ponte Rio-Niteroi ao fundo) e com os cinemas+livraria+bistrô +loja-brinquedoteca+restaurantes (no bairro São Doningos). As três criações de Niemeyer não ficam juntas, mas espaçadas, ao longo da orla, num percurso de alguns km. De visita obrigatória.
P.S. – Hoje, a Folha de S. Paulo publica tocante obituário de Donald Ranvaud, o produtor italiano & inglês que tanto amava o Brasil e o cinema latino-americano (participou do movimento Buena Onda). E dia destes, a mesma Folha publicou o obituário de Brasília, a primeira criança a nascer na nova cidade/novacap. Ela morreu semana passada, aos 56 anos. Gioconda Caputo tem imagens dela registradas em película.

AMIGOS:
Mal cheguei de Rio-Niteroi e fui ver os filmes “Lua em Sagitário”, da catarinense Márcia Paraíso (um road movie simpático, ambientado no interior de Santa Catarina, com cenas em acampamento do MST, mas com recorte juvenil, tipo comédia romântica), “Desculpe o Transtorno” (uma ótima ideia, com um ator incrível, Gregório Duvivier, que poderia ter rendido mais) e “Viva a França!”, um drama de guerra com uma história impressionante (fuga de populações civis em tempo de guerra), mas contada com excesso de academicismo. Cheguei em casa à noite e fui ver mais um capítulo de JUSTIÇA. Daqui a pouco sigo para Fest Brasília Ano 49. Vida corrida.

**** Festival de Brasília.
Matéria de Luiz Zanin
Portal Estadão

http://cultura.estadao.com.br/noticias/cinema,em-sua-49-edicao-festival-de-cinema-de-brasilia-tenta-novos-rumos,10000076996

**REVISTA DE CINEMA 131
será lançada no Festival de
Brasília do Cinema Brasileiro

** MOSTRA MULHERES EM
CENA REUNE FILMES (+ SEMINARIOS
E DEBATES) DE REALIZADORAS
LATINO-AMERICANAS, NO CCBB-SP
De 21 de setembro e dez de outubro.
Presenças hispano-americanas confirmadas: Lucrécia Martel, Mariana Rondón, Claudia Llosa, Paz Encina e Marialy Rivas que
se somarão às brasileiras Anna Muylaert, Tata Amaral, Lúcia Murat, Lais Bodanzky, entre outras.
+ FESTIVAL DE BRASILIA
DO CINEMA BRASILEIRO:
DATA: de 20 a 27 de SETEMBRO

LOCAL: no niemárico e
belo Cine Brasília.
Consulte o site:
www.festbrasilia.com.br

*******Na noite inaugural: “Cinema Novo”, de Eryk Rocha,
e curta de Lauro Escorel sobre Farkas e Zé Medeiros (“Improvável Encontro”). No encerramento, “Baile Perfumado” (vinte anos depois do triunfo no Fest Brasília 1996)

*** São esperados muitos protestos da mais politizada plateia
dos festivais brasileiros. Quem não se lembra da vaia a Claudia Raia, a (ex)musa collorida do início dos anos 1990???

**Festival terá competição de curtas, debates, seminários, mostras paralelas e a Mostra Câmara Legislativa do DF, que premiará os melhores filmes de Brasília.

**Nove longas na competição do mais antigo Festival do país (criado em 1965 por Paulo Emilio Salles Gomes e equipe). Ano
que vem festival candango realiza sua edição número 50:

. Vinte Anos, de Alice de Andrade (Brasil-Cuba)
. A Cidade Onde Envelheço, de Marília Rocha (MG)
. Martírio, Vincent Carelli (PE)
. Deserto, de Guilherme Weber (RJ)
. Malícia, de Jimi Figueiredo (DF)
. Rifle, de David Preto (RS)
. O Último Trago, de Luiz Pretti e Pedro Diógenes (CE)
. Antes o Tempo Não Acabava, Sérgio Andrade/Fabio Baldo (AM)
. Elon Não Acredita na Morte, de Ricardo Alves Jr (MG)

************* “LUA EM SAGITARIO”, UM ROAD
MOVIE ROMÂNTICO, AMBIENTADO
NO INTERIOR DE SANTA CATARINA
(PRODUÇÃO BRASIL-ARGENTINA)

******JEAN-PIERRE NOHER, O LP,
BRILHA EM “LUA EM SAGITÁRIO”

O primeiro longa ficcional da catarinense Márcia Paraíso — “Lua em Sagitário”, em cartaz em Floripa, SP, Rio, BH (no Rio e SP, em apenas um horário/dia) — é um road movie simpático, ambientado no interior de Santa Catarina, com cenas em acampamento do MST, mas com recorte juvenil, na linha das comédias românticas protagonizadas por adolescentes. Neste caso, por uma jovem de Princesa, interior de Santa Catarina, e um rapazinho que vive (e foi criado) num acampamento do MST (Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra), em Dionísio Cerqueira, divisa com a Argentina. O filme, que custou apenas R$1,2 milhão, soma apoio do Ibermedia (projeto de alcance ibero-americano) e é fruto de co-produção entre Brasil e Argentina. E é um dos 150 filmes já co-produzidos pelo Canal Brasil. Além de
ter a região de fronteira entre Santa Catarina e Argentina como um de seus principais cenários, o filme tem o ator portenho (de origem francesa) Jean-Pierre Noher (Um Amor de Borges, Prêmio Kikito de Cristal em Gramado 2014 ou 2015) em ótimo papel. O doidão
LP (elepê), um argentino que vai morar na provinciana Princesa, monta uma loja-templo (A Caverna), na qual cultiva seus ídolos roqueiros, entre eles o conterrâneo Charles Garcia e “catequiza” jovens (como os protagonista de ‘Lua em Sagitário’) para o culto ao rock. O visual de velho roqueiro do ator está ótimo. E ele, como sempre, muito bem. No elenco estão, também, a baiana Ana Cecília (no papel da mãe do protagonista e diretora da Cooperativa do MST), Elke Maravilha e Serguei (ele, constrangedor), em participação onírica e especial, e atores catarinenses (aqueles que vemos em curtas-metragens e longas da região, mas dos quais ainda não aprendemos os nomes). O filme se apresenta, inicialmente, como mais uma derivação de “Romeu e Julieta”. Jovem, de 17 anos, filha de pai anti-MST (ele define o Movimento como “ajuntamento de vagabundos”) se apaixona por rapaz de 18 anos, nascido e criado num acampamento Sem-Terra. Mas o filme toma outros caminhos. O roteiro tem soluções engenhosas, mas não aprofunda nenhum dos trilhos que toma. Por isto, parece ingênuo demais. Mesmo assim, prende nossa atenção pela trilha sonora (roqueira em 90% do tempo, com uma derivação para o bolero “Sabor a Mi” e para os sons telúricos do acampamento do MST, visto em sequência que remete ao passado de documentarista da cineasta), pela bela fotografia, pela novidade das paisagens interiorano-serranas de SC (até a chegada ao mar) e pelo trabalho de Noher e Ana Cecília (o elenco inteiro segura as pontas, embora o pai da protagonista namore com o caricatural no diálogo sobre o MST).******* E, em breve, quero escrever uma nota, espero que substantiva (portanto, sem correria) sobre o que Gramado tem feito, de concreto, para aproximar o ConeSul do cinema brasileiro.
******A Agência de Notícias do MST realizou longa entrevista com a cineasta Márcia Paraíso. Confiram.

**** In-Edit Brasil 2016:

Resultado Júri e Voto Popular

Vence o longa de Beth Formaggini:

“Xingu Cariri Caruaru Carioca”, no qual o músico Carlos Malta empreende viagem musical que passa pelo Xingu, Caruaru e pelo Cariri, chegando ao Rio Carioca.

***GRANDE PREMIO
DO CINEMA BRASILEIRO
Dia 4 de outubro, no Rio
(no Teatro Municipal)
“Que Horas Ela Volta?”, de Anna Muylaert, é
o recordista de indicações: 14 categorias.
Com transmissão ao vivo pelo Canal Brasil

**100 MELHORES FILMES

BRASILEIROS (LIVRO & MOSTRA
NO CANAL BRASIL)
Toda segunda e terça-feira, ao longo de dez semanas.
Horário: Meia-noite e 15. Com apresentação
de cada um dos 20 filmes, por Luiz Zanin Oricchio.

*****AGUARDEM:
A PASSAGEIRA (“Magallanes”),
longa de estreia, como diretor, do ator Salvador del Solar, o Pantaleão de “Pantaleão e as Visitadoras” (Francisco Lombardi, 2000). Filme com Damián Alcázar (grande ator mexicano) e Magaly Solier (de A Teta Assustada). Um ótimo filme, finalista ao Prêmio Platino de “opera prima” (filme de diretor estreante).

********************************
****BILHETERIAS BRASILEIRAS

PÚBLICO DE AQUARIUS SOBE 6%

“Aquarius”, que estreou em 92 salas, subiu para 105 cinemas da primeira para a segunda semana. E cresceu 6% nas bilheterias. Está com a melhor média da temporada: 562 espectadores/sala. Para termos uma ideia (compararmos), O ROUBO DA TAÇA, que estreou neste final de semana, em 193 salas, fez média de 80 espectadores (15.874 ingressos). AQUARIUS já vendeu 157.970 tíquetes **** O desempenho da comédia “Um Namorado para Minha Mulher” (com Ingrid Guimarães) continua de mediano para bom. Graças ao boca a boca. O filme caiu
apenas 18% da primeira para a segunda semana. Sua média é de 259 espectadores/sala. *** Só um filme, lançado com pouquíssimas cópias, teve desempenho notável neste final de semana: VIVA A FRANÇA. Fez média de 1.096 espectadores/sala. Como estreou em apenas 9 salas, vendeu 9.865 ingressos em quatro dias. Digno de nota para um filme que está no circuito de arte. *** Volto a perguntar: Por que JULIETA, de Almodóvar, sumiu da grade de bilheterias?????

*BILHETERIAS
BRASILEIRAS:
Fonte: Boletim Filme B
Editor: Paulo Sérgio Almeida
Data: 13-09-16
Assinaturas: filmeb

ESTREIAS:

O Roubo da Taça……………………………15.874
Nós Dois Descendo a Escada……………..107
Jaime Lerner…………………………………………46

SEGUNDA SEMANA:

Um Namorado para Minha Mulher…..380.859 (-18%)
AQUARIUS………………………………………..157.970 (+ 6%)

CONTINUAÇÕES:

Mais Forte Q o Mundo…………………..558.295
MÃE SÓ HÁ UMA…………………………..28.793
Travessias (Paraná)…………………………….6.621
Vidas Partidas…………………………………….5.535
A Loucura Entre Nós………………………….3.910
Rondon, o Desbravador………………………1.844

CIRCUITO DE ARTE (ESTRANGEIROS):

Chocolate…………………………….51.234 (França)
A Conexão Francesa…………….18.320 (França)
Francofonia………………………….17.042 (Rússia-França)
Nahid, Amor e Liberdade…….16.234 (Irã)
A Corte………………………………….11.219 (França)
Loucas de Alegria………………….11.176 (Itália)
Viva a França…………………………..9.865 (França)Funcionário do Mês………………….8885 (Itália)A Comunidade………………………….7.852 (Dinamarca)Últimos Dias no Deserto…………..3.948 (EUA-México)
****NO CANAL BRASIL:
Estreia: “Pausa Pro Café”
COM HUMBERTO CARRÃO
(mais informações nesta remessa)

+ AMANTES DO POETA
AUGUSTO DOS ANJOS
Não percam o belo e enigmático “Mate-me Por Favor”, filme
de Anita da Silveira (sobrinha da Doutora Nise).

********”BOI NEON”
é o representante brasileiro na disputa pelo Goya de melhor
filme e latino-americano. Escolha foi feita por júri organizado
pela Ancine (Agência Nacional de Cinema).

****LIVRO DE JESSÉ SOUZA NA
LISTA DE MAIS VENDIDOS

+ TV PUBLICA (EBC):
APTC E ABD-RIO GRANDE DO SUL
PROTESTAM CONTRA EXTINÇÃO
DO CONSELHO CURADOR DA EBC –
EMPRESA BRASILEIRA DE COMUNICAÇÃO

+ MIRADA IBERO-AMERICANA:
CRITICAS DAS PEÇAS NO SITE DO SESC
Serviço Social do Comércio faz 70 anos.

+ MOSTRA TONY PALMER:
Diretor britânico recebeu
homenagem do FEST IN-EDIT

**************************************

ALMANAQUE DE SETEMBRO
QUARTA-FEIRA (14-09-2016)

+ PREMIO ALMANAQUE

+ FEST BRASILIA COMEÇA NA PRÓXIMA
TERÇA-FEIRA, 20 DE SETEMBRO, COM
“CINEMA NOVO” & FARKAS-ZÉ MEDEIROS

+ “LEITE DERRAMADO”, DE CHICO BUARQUE, NA
MIRADA IBERO-AMERICANA DE ARTES CÊNICAS
(SANTOS/ BAIXADA SANTISTA)

+ ANCELMO GOIS REVELA
EM SUA COLUNA
QUEM VOTOU A FAVOR
E QUEM VOTOU
CONTRA “AQUARIUS”
(NA DISPUTA
DE VAGA PELO OSCAR):
A favor: Adriana Rattes, Carla
Camuratti, Silvia Rabelo e Bruno Barreto
Contra: Diplomata Firmeza (DF), Beto Rodrigues (RS), Sylvia Bahiense (SP), Marcos Petrucelli (SP) e Paulo Menelau (exibidor pernambucano preferiu o longa catarinense)

+ NO CINESESC, A
VERSÃO PAULISTA DO FESTIVAL INDIE.
Filme inaugural: o belíssimo “A Morte de Luís XIV”, protagonizado por Jean-Pierre Léaud. Direção do espanhol Albert Serra. A mostra prossegue até dia 21 (próxima quarta-feira), com retrospectiva do polonês Waleriam Borowczyk (1923-2006), diretor de “A Mulher…et la Bête”, que causou furor no Brasil, décadas atrás + clássicos do cinema (da grandeza de Hiroshima Meu
Amor, de Resnais). www.indiefestival.com.br

*****SELEÇÃO DA
PREMIERE BRASIL:
XVIII FEST DO RIO:
DE 6 A 16 DE OUTUBRO
Dos oito filmes selecionados na categoria ficção,
dois são de realizadoras e seis de realizadores.
Há quatro filmes cariocas, três paulistas e
um gaúcho-uruguaio:

1. Era o Hotel Cambridge, de Eliane Caffé (SP)
2. Mulher do Pai, de Cristiane Oliveira (RS -Uruguai)
3. O Filho Eterno, Paulo Machline (SP)
4. Vermelho Russo, Charly Braun (SP)
5. Redemoinho, José Luiz Villamarim (RJ)
6. Sob Pressão, Andrucha Waddington (RJ)
7. Fala Comigo, Felipe Sholl (RJ)
8. Comeback, Erico Rassi (SP)

***CONSULTE A LISTA
DE DVDs DO CPC UMES
Destaque: Bola de Sebo,
de Mikhail Romm (1934)

*****LEONARDO SBARAGLIA,
O ator argentino de “Plata Quemada”, “Relatos Selvagens”, “O Final do Túnel”, “Sangue na Boca” e do brasileiro “O Silêncio do Céu” passou por São Paulo e participou, no Teatro Nair Bello-Frei Caneca, de ótima conversa com jornalistas e alunos do Teatro Wolf Maia. Ele protagoniza o longa de Marco Dutra, que conquistou o Prêmio da Crítica e o Especial do Juri, em Gramado. O filme, produzido por Rodrigo Teixeira, é uma produção latino-americana, com atores argentinos (Leo Sbaraglia e …Chino Darín, que chega ao Rio para o pré-lançamento do filme), brasileiros (Carolina Dieckman e Paula Cohen) e uruguaios (Mirella Pascual, de “Whisky”, Álvaro Armand Ugón, Roberto Suárez, Dylan Cortes e Priscila Bellora).
A história, que foi filmada — e ambientada — em Montevideo constitui um denso suspense psicológico e é falada em espanhol (mas as brasileiras falam em português entre si, pois fica claro que elas vivem no país platino, mas nasceram no Brasil). O terceiro longa de Marco Dutra baseia-se em romance de Sergio Bizzo, que escreveu o roteiro em parceia com a mulher, a cinesta Lucia “XXY” Puenzo, e com o brasileiro Caetano Gotardo. O encontro no Teatro Nair Bello reuniu também Carolina Dieckman, Paula Cohen, Marco Dutra e Rodrigo Teixeira. Leo e Carol se abraçaram longamente, matando saudades das filmagens uruguaias e cantaram “Corcovado” (como fazem num flashback do filme) para
a plateia paulistana. O filme estreia no próximo dia 22.

+ LANÇAMENTO DA
REVISTA “TEOREMA” 27
(na Livraria Palavraria)

****CIDADE DE DEUS — NOVOS FRUTOS (NA TV)
Patrícia Kogut conta, hoje, em sua coluna em O Globo, que “Cidade dos Homens” terá nova temporada. Acerola e Laranjinha
continuam protagonizando a série, mas são agora homens feitos e pais. E seus filhos terão presença importante nas novas narrativas.

*****AQUARIUS:
PROGRESSISTA
OU CONSERVADOR???
Clara, a personagem de Sonia Braga em “Aquarius”, é conservadora? Há um pequeno segmento na crítica brasileira que vem levantando esta hipótese. Quem a levanta nunca deve ter ido ao Recife, não conhece a voracidade da especulação imobiliária na capital pernambucana (só similar à paulistana e à do Rio de Janeiro à época de Marcos T(r)amoio(a), década de 1970) e nunca ouviu falar no movimento OCUPE ESTELITA. A estes recomendo que leiam o ensaio de Maria Cristina Fernandes no Valor Econômico. Ela, creio, é pernambucana e conhece profundamente o Recife. Sabe que na Praia de Boa Viagem, prédios imensos causam sombra ao meio-dia. Praia solar vespertina??? Em Boa Viagem, nem sonhar. Por causa da tragédia da sombra na praia recifense, capitais nordestinas como João Pessoa proibem prédios altos à beira-mar. E lá o sol banha as areias até se por. No RECIFE, ir contra a voracidade da especulação imobiliária é ser progressista. Jamais conservador.

**NETFLIX VAI
escolher dois filmes brasileiros para sua programação.
Disputam o espaço filmes como “A História da Eternidade”, de Camilo Cavalcante, “Califórnia”, de Marina
Person”, e “Clarissa”, de Petrus Cariry (entre muitos outros).

**FEST INTERNACIONAL
DE BRASILIA (BIFF)
divulga seleção de concorrentes em mostra
competitiva de sua quinta edição.
www.biffestival.com.br
DATA: DE 4 a 13 DE NOVEMBRO

+ DAS 12 ESTREIAS
PREVISTAS PARA
ESTA QUINTA-FEIRA,
HÁ 5 BRASILEIRAS
E TRÊS IBERO-AMERICANAS:
. Mate-me, Por Favor, de Anita da Silveira
. Olympia, doc brasileiro sobre Jogos Olímpicos/Cidade
. Senhores da Guerra, de Tabajara Ruas
. Hestorias da Psicanálise, dirigido por 1 psicanalista
. Desculpem o Transtorno, com Gregório Duvivier
. Kóblic, com Ricardo Darín (Argentina) — ADIADA
. Lua em Sagitário, com Jean-Pierre Noher (Argentina)
. Mortadela & Salaminho (Espanha)

*****************************************************************
****ALMANAKITO

TERÇA-FEIRA (13-09-16)

****BILHETERIAS BRASILEIRAS

**********PRÊMIO ALMANAQUE

****LOUCAS DE ALEGRIA,
UM FILME DAS MULHERES, TEDESCHI
ILUMINADA. A GRANDE COMEDIA HUMANISTA
ITALIANA DE VOLTA.QUE ATRIZES, QUE ROTEIRO DELICIOSO.
NAO PERCAM ESTE FILME MARAVILHOSO. VALERIA BRUNI-TEDESCO
ESTÁ ILUMINADA. COMEDIA DRAMATICA DE RARA BELEZA. A GENTE ASSISTE COM UM PRAZER, ÀS VEZES DOÍDO, IMENSO … DOÍDO E DOIDO!!!

***** REVISTA CULT NUMERO 216 COM
ENTREVISTA DE MARIA RITA KEHL

******NA REVISTA CULT, NUMERO 216,
além da capa que traz solução ousada e belíssima,
dispomos de amplo material sobre
DICÇÕES FEMININAS E ENTREVISTA
DE MARIA RITA KEHL. LEITURA OBRIGATÓRIA.

***********HUMBERTO CARRÃO
ATOR DE AQUARIUS COMANDA
“PAUSA PRO CAFÉ” NO CANAL BRASIL

****PREMIO ALMANAQUE:

O Prêmio Almanaque (número 159) deste mês de setembro de 2016, vai para a atriz (e diretora) italiana (meio francesa) Valério Bruni-Tedeschi, força iluminadora de “Loucas de Alegria”, um filme de alma feminina. Uma grande comédia dramática, daquelas que só os mestres italianos da linhagem de Monicelli & Risi parecem saber fazer (felizes e tristes, desmedidas, humanistas, nunca apelativas ou gritadas). Li uma entrevista de Paolo Virzì (a Luiz Carlos Merten, no Estadão), o diretor de “Loucas de Alegria”, na qual ele contava que a ideia do filme nascera de uma imagem — sua mulher, a atriz Micaela Ramazotti (o torpedo hormonal de “A Coisa Mais Bela”) passeando, no jardim doméstico, de mão dadas com Valéria. Ao ver as “doidinhas” tão leves e felizes, ele pensou numa comédia dramática, com duas mulheres com problemas psiquiátricos. Encomendou o roteiro a especialistas e saiu esta maravilha, que a gente vê com um prazer único, doído e doido ao mesmo tempo. Conversei com um pequeno grupo de mulheres, em Gramado, e todas estavam encantadas com Valeria & Micaela. Admitimos, todas também, que Valéria Bruni-Tedeschi, irmã de Carla Bruni e ex-mulher do diáfano Louis Garrel, está em seu ponto máximo. Imanta a tela, nos cativa, nos envolve, nos acumplicia…

*****AQUARIUS: ESTREIAS
INTERNACIONAIS

Aquarius, de Kleber Mendonça Filho (O Som ao Redor), que já passa de 150 mil espectadores nas duas primeiras semanas de exibição, expandiu o circuito para 105 salas no Brasil e segue também sua carreira internacional. O longa será exibido hoje, 13 de setembro (esta terça) no Festival Internacional de Cinema de Toronto (08 a 18 de setembro), dentro da Mostra Contemporary World. Nele, Sonia Braga foi convidada para o prestigioso evento “In Conversation with”, que todo ano convida sete personalidades do mundo do cinema para uma conversa com o público do festival. Nesta edição, a atriz estará ao lado de nomes como Isabelle Huppert, Mark Wahlberg e Zhang Ziyi. Também em setembro, Aquarius terá pré-estreias entre 14 e 24 na Bélgica, Suíça e França – onde participará do Festival de Biarritz (27/09) e será lançado dia 28.

Nos Estados Unidos, a estreia de Aquarius está marcada para 14 de outubro, com abertura dia 13 no Angelika Film Center de Nova Iorque. Já entre os dias 15 e 19 de outubro, o longa será lançado em Los Angeles, São Francisco e Miami. O filme será exibido nos dias 9 e 11 de outubro no Festival de Cinema de Nova Iorque (30/09-18/10), depois de 14 anos sem um representante brasileiro na competição, e fará uma première no ArcLight, em Hollywood. Estará no Festival Internacional de Cinema de Zurique (22/09-2/10), na Suíça; na abertura do BrasilCine (03/10), na Suécia; dias 14 e 16 de outubro no BFI – Festival de Cinema de Londres (5-16/10); no Festival Internacional de Cinema de Pusan, na Coreia do Sul (6-15/10); no Viennale – Festival Internacional de Cinema de Viena (20/10 a 02/11), na Áustria; na Semana Internacional de Cine de Valladolid (22-29/10), na Espanha; no Festival de Cinema de Kaohsiung (21/10 a 06/11), em Taiwan; e na Itália, entre 3 e 7 dezembro.

**** IV MIRADA
IBERO-AMERICANA
DE ARTES CÊNICAS:
Na Baixada Santista,
em especial na cidade
de Santos. Em dezenas de espaços.
Leia críticas diárias dos
espetáculos no site do festival
www.sesc.org.br/mirada

***GÉRARD
DEPARDIEU
NO BRASIL

DEPOIS DE TRINTA ANOS, A DISTRIBUIDORA

IMOVISION TRAZ AO BRASIL O ATOR GÉRARD DEPARDIEU

PARA LANÇAMENTO DOFILME: O VALE DO AMOR.

O Vale do Amor fez parte da Seleção Oficial – Festival de Cannes 2015

e estreia nos cinemas em 22 de setembro.

O ator desembarca no Brasil dia 18 de setembro,

próximo domingo, para a pré-estreia do filme exclusivamente na

cidade do Rio de Janeiro no cinema Reserva Cultural Niterói.

TRAILER:

***********************************

ALMANAKITO
DOMINGO (11-09-16)

**TV: UMA PERGUNTA:
O público brasileiro assistirá às duas versões de SUPERMAX, série de Fernando Bonassi & Marçal Aquino (foto):
a brasileira (que investe mais no sobrenatural) e a argentina (mais no drama psicológico, pelo que disse a atriz a Cecília Roth, em Gramado), ambas produzidas pela Globo???
**Uma amiga me explicouque veremos, a
partir da semana que vem, a versão brasileira.

**100 MELHORES FILMES BRASILEIROS (LIVRO & MOSTRA NO CANAL BRASIL) + AQUARIUS + COLUNA DE ANTONIO PRATA: LEITURA OBRIGATORIA + OMBUDSMAN

+ LUIZ BERNARDO PERICÁS,
BIOGRAFO DE CAIO PRADO JR, GANHA O
TROFEU JUCA PATO – INTELECTUAL DO ANO

+ REVISTA DE CINEMA 131 SERÁ
LANÇADA NO FEST BRASILIA DO CINEMA
BRASILEIRO, QUE COMEÇA DIA 20 DE SETEMBRO

+ CARTA CAPITAL (NAS BANCAS)
Ampla matéria sobre o desmonte “temeriano” da EBC-TV Brasil. Três dias atrás, o jornal O Globo, que torce abertamente pelo desmonte da emissora que pretendia ser pública como a BBC de Londres, deu tudo como perdido. Ou seja, triunfo total do governo temerário sobre a EBC (desmonte do Conselho Consultivo, deposição do presidente Ricardo Melo, etc *** Discute-se, ainda, se a Medida Provisória temeriana-rodriguianamaia pode ter efeito retroativo)……. Ontem, a Folha deu matéria com algum matiz. Ainda há questões juríficas a serem esclarecidas. Hoje, na capa da Ilustrada: importante matéria sobre VILA SÉSAMO, fruto de parceria da TV Cultura com TV Brasil.

*****Quem sabe me dizer se
o jornal O Fluminense,
de Niterói, continua circulando??

Anúncios