+ BRUNO BARRETO E NOSSO
CANDIDATO AO OSCAR
                            Desde que foi anunciada (há mais de quinze dias) a substituição do cineasta e produtor mineiro Guilherme Fiuza Zenha pelo cineasta Bruno Barreto —— simpatizante declarado do tucanato paulista, amigo pessoal do ex-presidente FHC, a quem convocou para narrar série de TV que assinou ——-desejava/planejava escrever uma “versão ficcional” do que deve ocorrer na reunião, nesta segunda-feira, dia 12. (Participei da comissão julgadora de duas “candidaturas” brasileiras ao Oscar de filme estrangeiro: as que indicaram CIDADE DE DEUS e, anos depois, 2 FILHOS DE FRANCISCO — ambas ocorreram na mais santa paz, com decisões praticamente unânimes).
Vamos pois ao exercício FICCIONAL:
(E DEIXO CLARO QUE TANTO GUILHERME
QUANTO A ATRIZ INGRA LYBERRATO  
desempenharia(m) suas funções com a
maior honestidade. São, os dois, gente muito boa)…
                 REUNIÃO EM ANDAMENTO:
*****Alguém propõe um outro filme, ao invés de “Aquarius”, direção de Kleber Mendonça, com Sonia Braga como
protagonista absoluta (e brilhante).
 **** Bruno, com sua calma
(e ironia) costumeira rebate:
             — Não sejamos jecas, nem tolos. O filme (Aquarius) é bom e Sonia Braga é uma atriz internacional. Se queremos ter chance de conquistar uma vaga no Oscar não podemos nos perder em picuinhas políticas provincianas. Vamos deixar de besteira, de pensar pequeno. Não há outro filme, entre os inscritos, com maiores chances de disputar  vaga na disputa ao Oscar de melhor filme estrangeiro…… (Aguardemos, pois)…..
 
 
Anúncios