PUNTA DEL ESTE (URUGUAI) – Cesar Troncoso e Jorge Perugorría, que se tornaram astros do cinema latino-americano depois do sucesso dos filmes “O Banheiro do Papa” (produção uruguaio-brasileira dirigida por Enrique Fernandez & Cesar Charlone) e “Morango e Chocolate”(dos cubanos Tomás Gutierrez Alea e Juan Carlos Tabío), foram unidos para esta foto no hall do Hotel Mantra pelo Almanakito. O cubano está cada vez mais dedicado à direção cinematográfica. O uruguaio segue trabalhando como ator em seu país e também na Argentina e, principalmente, no Brasil (em novelas e minisséries da Rede Globo). Dias atrás terminou sua participação em série global destinada ao mercado ibero-americano, sob direção do argentino Daniel Burman. Mês que vem estará no Festival de Gramado, como integrante da equipe de ELIS, cinebiografia da gaúcha Elis Regina (ele interpreta o empresário Marcos Lazaro). E atua em mais dois filmes brasileiros inéditos: “O Vendedor de Sonhos”, de Jaime Monjardim, e “A Superfície da Sobrevivência”, de Paulo Nascimento. No Uruguai atuou em “Outra História do Mundo”, de Guillermo Casanova. E na Argentina, em “El Pampero”. Na noite deste domingo, na gala dos Prêmios Platino, que será transmitida pelo Canal Brasil e TNT, Cesar Troncoso vai entregar o trofeu ao melhor documentário.

Enviado do Ipad de Rosário

Anúncios