+ BILHETERIAS BRASILEIRAS + APCA 60
+ COMEDIA DIVINA + ANNA MUYLAERT
RECEBE HOMENAGEM DO FEST LATINO DE SP

****BILHETERIAS BRASILEIRAS

+ TRAILER DE “A COMEDIA DIVINA”

+ ANNA MUYLAERT
RECEBE HOMENAGEM DO
Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo.
DIA 21 DE JULHO.
FESTIVAL PAULISTANO MOSTRA
o avanço feminino no audiovisual do sub-continente.
Vi o novo filme da Anna (“Mãe Só Há Uma”) pensando num filme menor. Mas amei o resultado. A diretora dos ótimos “Durval Discos”, “É Proibido Fumar” e “Que Horas Ela Volta?” (e do razoável “Chamada a Cobrar”) está no auge. Diálogos primorosos, imagens excelentes (da craque Barbara Alvarez, presente do Uruguai para o cinema brasileiro), atores impressionantes (Nachtergaele tem um momento de solo, hipnotizante; e este NERO curitibano é um achado!!!)… Como vivi 25 anos em Brasília, o caso Wilma-Pedrinho me tocou de perto.. Anna recria este episódio materno-policial com uma delicadeza impressionante!!!!!

***** “CINEMA E GÊNERO”
É TEMA DE DEBATE NO
“CINEMA DA VELA”
(CineSesc, segunda-feira, dia 11 de julho,
19h30, entrada franca)
+ FILME: CORPO MANIFESTO.

+ REVISTA DE CINEMA (NÚMERO 130):
disponível para não-assinantes, a partir desta
segunda-feira, dia 11 de julho, na rede de bibliotecas
públicas da Prefeitura de São Paulo, na Gibiteca,
e nas salas que compõem o CIRCUITO SPCine.

**********BILHETERIAS
BRASILEIRAS

FONTE: BOLETIM FILME B
DATA: 05-07-2016
Assinaturas: filmeb

ESTREIAS:

Porta dos Fundos – Contrato Vitalício……………………………..186.019
Estive em Lisboa e Lembrei-me de Você………………………………..527
A Morte de J. P. Cuenca…………………………………………………………..73

CONTINUAÇÕES:

Mais Forte Que o Mundo, A História de José Aldo ………………419.841
NISE, O CORAÇÃO DA LOUCURA…………………………………….144.184
Uma Loucura de Mulher……………………………………………………….104.729
Espaço Marina Abramovic………………………………………………………15.360
O Caseiro…………………………………………………………………………………10.919
PONTO ZERO…………………………………………………………………………..7.082
BIG JATO…………………………………………………………………………………..6.777
CAMPO GRANDE……………………………………………………………………3.859
RALÉ…………………………………………………………………………………………2.999
TRAGO COMIGO……………………………………………………………………..1.424

Paratodos………………………………………………………………………………….1.380
A Despedida………………………………………………………………………………..650
Os Outros…………………………………………………………………………………….386
Mundo Deserto de Almas Negras………………………………………………..190

Vampiro 40 Graus…………………………………………………………………………182

ESTRANGEIROS:

A Vingança Está na Moda……………………………………….32.525 (Austrália)
MARGUERITE…………………………………………………………26.506 (França, Prêmio Cesar)
PAULINA…………………………………………………………………10.934 (Argentina-BR)
O VALOR DE UM HOMEM……………………………………..8.614 (França) – Viva Lindon!!!
As Montanhas se Separam………………………………………….7.664 (China) Via Zhanke!!!
Elvis & Nixon………………………………………………………………6.002 (EUA) (*)
Nós ou Nada em Paris………………………………………………….5.425 (França)
Na Ventania………………………………………………………………….4.316 (Estônia)
A Odisseia de Alice………………………………………………………3.164 (França) (****)
Incompreendida……………………………………………………………2.209 (Itália, estreia)
Vida Selvagem………………………………………………………………2.201 (França)

**** BIG JATO, de Cláudio Assis,
teve 4% de aumento em seu público. Mas segue com média baixa (132 por sala). Os tempos mudaram para o cinema de empenho cultural. Amarelo Manga, do mesmo Claudio Assis, fez mais de 130 mil espectadores. Baixio das Bestas e Febre do Rato passaram dos 20 ou 30 mil. BIG JATO é o mais acessível dos filmes do pernambucano. Tinha tudo para chegar, ao menos, a 200 mil espectadores. Tudo indica que não chegará a um décimo deste total. TEMPOS TERRÍVEIS
**** Ontem fui ver CONTRATO VITALICIO (Porta dos Fundos).
Fui — juro — com a maior boa vontade. Sou leitora fiel das colunas de Gregório Duvivier (FSP) e Fábio Porchat (Estadão), duas cabeças progressistas… Mas o filme é indefensável. Terrivelmente frustrante. A sala (no Cinemark Praiamar, em Santos) estava quase vazia. Contei umas 13 ou 14 pessoas. Todos jovens (menos eu, claro!!!). Mas ninguém riu de nada. Só houve um frisson quando houve um beijo de língua entre um ator gordo e o protagonista do filme. O primeiro longa dos “porteiros-do-fundo” estreou em 541 salas e fez média de 344 espectadores (187 mil ingressos)
******* NISE, em sua décima-primeira semana em cartaz, já foi visto por 144.184 brasileiros. E acaba de ganhar mais um prêmio de juri popular num festival francês. Infelizmente, não deve chegar a 150 mil ingressos, pois está em pouquíssimas salas e horários. Mas fez bonito.
******** Supreendente, em certa medida, é a bilheteria do documentário “Espaço Além – Marina Abramovic”: o filme já vendeu mais de 15 mil ingressos. Mais que vários filmes de ficção brasileira.
***** SOBRE OS ESTRANGEIROS: o australiano A Vingança Está na Moda não vem fazendo feio: mais de 30 mil ingressos. DECERTO são as feministas que descobriram o filme protagonizado por duas mulheres fortes e dirigido por outra (Jocelyn Moorehouse: escrevi certo???). *******************Agora,
feminista digna do nome tem que ver A ODISSEIA DE ALICE. Se aplicarmos a este filme o TESTE BECHDEL-WALLACE, ele fará mil pontos!!!!!!!. Diretora mulher, protagonista mulher (uma engenheira naval, num navio, cercada só de homens, inteligente, libertária, ousada)… Um filme fascinante!!!!
*****Gente, “Elvis & Nixon” é divertido. Mas devia ser proibido para maiores de 60 anos. Quem, na juventude, curtiu Elvis Pelvis (1935-1977) e o tinha como um libertário, sofre uma PANCADA na cabeça atrás da outra. O roqueiro (e ídolo de minha infância e juventude), que chegou aos 35 anos (ele encontra o presidente Nixon em 1970, no Salão Oval da Casa Branca, e morre sete anos depois, aos 42 anos, gordo, inchado. com enromes costeletas e roupas cafonas), era um tremendo REAÇA. Siderado por armas (carregava um monte delas no corpo e camufladas dentro da bota), louco por militares e distintivos de xerifes, falava mal dos Beatles, Rolling Stones e Grateful Dead, se oferecia para ser “agente (secreto) patriota” infiltrado em concertos e etc, como salvador da juventude norte-americana….. Enfim….

**NESTA QUINTA-FEIRA:
NA TV CULTURA
Programa APCA 60 ANOS.
As seis décadas da Associação
Paulista de Críticos de Arte.
Horário: 23h30.

*******CINE AMÉRICA
LATINA HOMENAGEIA
ANNA MUYLAERT

Festival de Cinema
Latino-Americano
de São Paulo e
o avanço feminino no
audiovisual da região

Em sua 11ª edição (21 a 27 de julho), o Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo mostra como as mulheres estão avançando no audiovisual da região:

– dos 119 filmes programados, 53 (45%) são dirigidos por cineastas do sexo feminino;

– de um total de 19 participantes nos encontros e debates, 11 (60%) são mulheres.

E mais: a grande homenageada do ano é Anna Muylaert; uma das mesas programadas intitula-se “Mulheres Atrás das Câmeras” (que reúne diretoras do Brasil, Guatemala e Uruguai); para debater a “Coprodução Internacional no Atual Cinema Latino-Americano” estão convocadas mulheres produtoras do Brasil, Chile e Uruguai; é integralmente feminino o júri da competição Mostra Escolas de Cinema Ciba-Cilect, etc.

Mais informações: https://goo.gl/82fzB5

*****COMEDIA DIVINA

Trailer de “A Comédia
Divina”, de Toni Venturi
Para assistir ao vídeo, clique no link:

https://youtu.be/pqPEtEDOHoQ

Deus e o Diabo mostram

a cara no trailer de “A

Comédia Divina”, novo

filme de Toni Venturi

SÁTIRA COM MURILO ROSA, MONICA IOZZI, DALTONVIGH, THIAGO MENDONÇA E ZEZÉ MOTTA CHEGA AOS CINEMAS EM SETEMBRO

Rodado em São Paulo, no Céu e no Inferno, o longa-metragem “A Comédia Divina” trata de forma

irreverente as eternas questões existenciais do ser humano como os pecados capitais e a luta entre o

bem e o mal. No trailer da comédia satírica de Toni Venturi (“Cabra-Cega”, “Latitude Zero”, “Estamos Juntos”)

que acaba de ser liberado, o Diabo visita Deus para falar de um assunto de interesse de ambos: os homens.

Deus, na forma de uma mulher negra, personagem da atriz Zezé Motta, vai logo avisando ao atraente

Diabo, interpretado por Murilo Rosa: “Os homens não são fiéis, filho. Por isso criei o cachorro!”.

Para assistir ao vídeo, clique no link:

https://youtu.be/pqPEtEDOHoQ

No filme, o Diabo – preocupado com sua baixa popularidade – decide

abrir sua própria igreja na Terra para conquistar seguidores. Para ter sucesso em seus planos, apodera-se de uma emissora de televisão usando a ambiciosa repórter Raquel (Monica Iozzi) que quer entrevistá-lo para um furo jornalístico. O roteiro, escrito por José Roberto Torero, Marcos Aurelius Pimenta, Caroline Fioratti e Venturi, adapta para os dias atuais um dos mais famosos contos de Machado de Assis, “A Igreja do Diabo”.

O elenco traz ainda Thiago Mendonça, Juliana Alves, Dalton Vigh, Thogun Teixeira, Débora Duboc, entre outros. “A Comédia Divina” é uma produção da Olhar Imaginário e Aurora Filmes, em coprodução com a Globo Filmes. A distribuição é da Imagem Filmes e a estreia está prevista para setembro.

SINOPSE

Abalado por sua baixa popularidade, o Diabo (Murilo Rosa) resolve vir à Terra e fundar sua própria igreja. Os pecados são virtudes e devem ser estimulados. Utilizando a televisão, o Coisa Ruim potencializa seu poder de sedução para ganhar mais fiéis. Raquel (Monica Iozzi), uma jovem jornalista ambiciosa, é uma das primeiras a cair sob seu domínio.

FICHA TÉCNICA

Direção: Toni Venturi

Roteiro: José Roberto Torero, Marcos Aurelius Pimenta, Caroline Fioratti e Toni Venturi

Elenco: Murilo Rosa, Monica Iozzi, Thiago Mendonça, Juliana Alves, Dalton Vigh, Zezé Motta,Thogun Teixeira, Débora Duboc

Produção: Olhar Imaginário e Aurora Filmes

Coprodução: Globo Filmes

Distribuição: Imagem Filmes

Codistribuição: Spcine

AURORA FILMES (Produção) — Desde 2006, a Aurora Filmes tem produzido longas-metragens de visibilidade nacional e internacional. A produtora iniciou suas atividades coproduzindo o filme “A Via Láctea”, de Lina Chamie, que participou da Semana da Crítica do Festival de Cannes. Em 2010 lançou o “Reflexões de um Liquidificador”, de André Klotzel, em 2011 “Estamos Juntos”, de Toni Venturi, e em 2014 “Entre Vales”, do diretor Philippe Barcinski.

IMAGEM FILMES (Distribuição) — A Imagem é uma distribuidora nacional de filmes independentes comprometida com a qualidade e variedade de produções. Atuando nos segmentos de cinema, vídeo e televisão a distribuidora é responsável pelos lançamentos de grandes produções nacionais, dentre elas: “Palhaço”, “Vai Que Dá Certo”, “Bruna, surfistinha”, “Somos Tão Jovens”, “Flores Raras” além das produções internacionais: “A Hospedeira”, “Riddick 3”, “Tarzan 3D” e os indicados ao Oscar “Álbum de Família” e “Blue Jasmine”.

GLOBO FILMES (Coprodução) — Desde 1998, a Globo Filmes já participou de mais de 185 filmes, levando ao público o que há de melhor no cinema brasileiro. Com a missão de contribuir para o fortalecimento da indústria audiovisual nacional, a filmografia contempla vários gêneros, como comédias, infantis, romances, dramas e aventuras, apostando na diversidade e em obras que valorizam a cultura brasileira. A Globo Filmes participou de alguns dos maiores sucessos de público e de crítica como ‘Que Horas Ela Volta?’, ‘Tropa de Elite 2’, ‘Se Eu Fosse Você 2’, ‘2 Filhos de Francisco’, ‘O Palhaço’, ‘Getúlio’, ‘Carandiru’ e ‘Cidade de Deus’ – com quatro indicações ao Oscar. Suas atividades se baseiam em uma associação de excelência com produtores independentes e distribuidores nacionais e internacionais.

Anúncios