***********CINEOP 2016 — ANO XI — Os cineasta argentino-brasileiro CARLOS PRONZATO apresentou, na MOSTRA DE CINEMA DE OURO PRETO, um dos mais difundidos títulos de sua importante produção ‘cinemilitante’: ACABOU A PAZ, ISTO AQUI VAI VIRAR O CHILE – ESCOLAS OCUPADAS DE SÃO PAULO, um filme realizado no calor da hora, com secundaristas paulistanos. PRONZATO, um dos cinemilitantes documentados por SILVIO TENDLER no longa UTOPIA & BARBARIE (o outro era ADIRLEY QUEIROZ E O COLETIVO CEIPERIFERIA) realizou, no Chile, A REVOLTA DOS PINGUINS, outro exemplar de cinemilitante. Seus protagonistas no documentário registrado no país andino eram estudantes rebelados em defesa da educação pública. Em São Paulo, PRONZATO documentou o levante comandado por secundaristas, no segundo semestre de 2015, contra o fechamento de 94 escolas estaduais. Se tal fechamento ocorresse, estudantes que iam a pé para suas escolas, teriam, além de frequentar salas abarrotadas, que percorrer longos percursos (de ônibus ou a pé) até chegar à sua nova instituição de ensino. Os rebelados paulistanos pararam 200 escolas e lutaram, sem descanso, contra a precarização da educação no estado mais rico do país. Venceram, apoiados pelos pais e vizinhos. Na manhã desta segunda-feira, dia 26 de junho, CARLOS PRONZATO participou de movimentado debate com o líder secundarista da OCUPAÇÃO UERJ-Rio de Janeiro, MATHEUS ZANON, de 17 anos, com PEDRO HENRIQUE OLIVEIRA GOMES, professor da Escola Sá Pereira e organizador do Projeto CINE DEBATE EDUCAÇÃO, Rio, e com o cineasta, coordenador da REDE KINO-Rio e professor da UFF (Universidade Federal Fluminense) CEZAR MIGLIORIN (também autor do livro INEVITAVELMENTE CINEMA: EDUCAÇÃO, POLÍTICA E MAFUÁ). O quarteto debateu o tema OS JOVENS E AS ESCOLAS EM LUTA: EDUCAÇÃO, ESTÉTICA E POLÍTICA, com mediação de ISAAC PIPANO, curador-assistente do NUCLEO “EDUCAÇÃO” DA CINEOP e
também coordenador da REDE KINO. Um dos temas abordados foi o protagonismo dos jovens nas lutas estudantis e o USO DE IMAGENS COMPARTILHADAS NAS REDES SOCIAIS, seja pelas mídias hegemônicas ou alternativas (e também por meio do cinema). MAIS FLASHES SOBRE A XI CINEOP no blog ALMANAKITO.

Enviado do Ipad de Rosário

Anúncios