+ CINECEARÁ NA IMPRENSA DO ESTADO

+ DIARIO DO NORDESTE NAO CIRCULA
MAIS EM PAPEL AOS DOMINGOS

**********CINECEARÁ 2016 — Os jornais DIÁRIO DO NORDESTE e O POVO (o terceiro jornal, em papel, do Ceará chama-se O ESTADO, mas imprime cobertura cultural pífia) têm dedicado bom espaço à vigésima-sexta edição do CineCeará. No dia da abertura do Festival de Cinema Ibero-Americano de Fortaleza, noite da última quinta-feira, 16 de junho, o DIARIO dedicou bela capa, seguindo em página interna, e belo título ao evento: UMA SEMANA DE IMERSÃO CINEMATOGRAFICA. A ilustração, em cores fortes, trazia imagem do artista plástico Euzébio Zloccowick, um dos mais atuantes diretores de arte do cinema contemporâneo cearense e que vinha desenvolvendo trabalhos esporádicos como ator. Ele protagoniza o filme “O Estranho Caso de Ezequiel’, que vai encerrar, em caráter hors concours, o festival. Ezequiel morreu no último dia oito, aos 56 anos, vítima de infecção causada por bactéria, após ferir-se com espinhos de cactus, matéria-prima de suas esculturas. No dia seguinte, sexta, 17 de junho, os dois jornais (DIARIO E O POVO) deram cobertura moderada aos protestos que tomaram conta da platéia do Cineteatro São Luiz, e que ganharam ressonância na voz e vestuário do ator CHICO DIAZ, o homenageado. Depois, já sem exuberância de outrora (anos 1990 e boa parte dos 2000), os dois veículos impressos continuaram cobrindo o festival, mas com matérias mais protocolares e com foco na produção cearense, que cresceu bastante. Os filmes ibero-americanos que disputam o TROFEU MUCURIPE recebem cobertura inexpressiva (ou inexistente). Já vai longe o tempo em que cineastas como o argentino Fernando Birri ou o cubano Fernando Perez faziam por merecer vibrantes entrevistas impressas em até duas páginas inteiras dos diários de Fortaleza. Mesmo assim, o CineCeará ainda divide com o Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, que em setembro próximo realizará sua edição de número 49 (ele nasceu em 1965), a condição de evento que mais desperta interesse junto aos jornais das cidades que os ambientam.

Enviado do Ipad

Enviado do Ipad de Rosário

Anúncios