DEBATE SOBRE “O BOTÃO DE PÉROLA”,

DE PATRICIO GUZMAN (foto), HOJE, NO CINESESC

+ MEIRELLES + CANAL CURTA!

******DEBATE SOBRE

“O BOTÃO DE PÉROLA”,
DE PATRICIO GUZMAN,

HOJE, NO CINESESC
+ MEIRELLES + CANAL

CURTA! + CANAL BRASIL

***** “O BOTÃO DE PÉROLA”,

DE PATRICIO GUZMÁN:
TEMA DE DEBATE NO
CINESESC (HOJE, 20h30):
filme imperdível, realização

de um dos maiores
documentaristas do mundo,

único latino-americano com

dois títulos na lista dos 50 Mais Mais do BFI. Com este “Botão de Pérola”, pode subir para três na próxima pesquisa.

+ FERNANDO MEIRELLES

& MAIS FORTE QUE
O MUNDO – A HISTORIA

DE JOSÉ ALDO

+ CANAL Curta! prêmio de vinhetas

+ CINEMATECA (ADAPTAÇÃO
LITERARIA): De 10 a 26 DE JUNHO

***FERNANDO MEIRELLES:
SOBRE AFONSO POYARES
“A História de José Aldo”

Rô, – Só faltou você dizer que o
Afonso é o melhor diretor de ação
que o Brasil já teve. Ele
realmente sabe como coreografar,
onde colocar suas câmeras e como montar.
Fez sequências que poderiam estar dentro
de qualquer filme norte americano que
em geral custam 250 vezes mais.

bj, fm

***** ASSISTA A ESTE VIDEO
sobre o Conselho Curador da EBC
EMPRESA BRASILEIRA DE COMUNICAÇÃO
TV BRASIL – RADIO MEC- AGENCIA DE NOTICIA

https://www.youtube.com/watch?v=4K1jI6-GMmw

+ FESTIVAL VARILUX DO
CINEMA FRANCÊS COMEÇA
NESTA QUARTA-FEIRA EM
50 CIDADES BRASILEIRAS

+ REVISTA
DE CINEMA 129:
exemplares para
não-assinantes disponíveis
nas Bibliotecas da
Rede Pública do
Município de São Paulo
e no Circuito SPCINE.

+ EM DEZEMBRO DE 2016,
CENTENARIO DE PAULO EMILIO.
EM JANEIRO DE 2017,
CENTENARIO DE ANTONIO CALLADO.

+ ACESSE O CADERNO DE CINEMA,
BLOG EDITADO POR
JORGE ALFREDO GUIMARÃES
www.cadernodecinema.com.br

+ LIVRO SOBRE A
GERAÇÃO MARIA ANTONIA:
Recomendação doméstica: Confiram, no Caderno 2,
do Estadão (06-06-16), resenha que Luiz Fernando Zanin
Oricchio escreveu sobre “Um Mundo Coberto de Jovens”

******VINHETA CURTA!

Curta! promove prêmio

de vinhetas para o canal

Com o objetivo de incentivar a

criatividade e a liberdade artística, o Curta! promove o

1º Prêmio Aquisição de Vinhetas Canal Curta!

dando espaço para os trabalhos de profissionais e estudantes de comunicação, design, cinema, animação e artes visuais. O prêmiocontemplará as três melhores vinhetas institucionais sobre o canal e os vencedores receberão

um prêmio de R$ 1.500,00 cada, além da oportunidade de ter sua criação veiculada na programação, no website (http://canalcurta.tv.br) e nas redes sociais do veículo.

Para participar, os interessados deverão postar as vinhetas – que devem ter de seis a 15 segundos – no

YouTube e incluir o link em seu cadastro, por meio do formulário na página

http://canalcurta.tv.br/pt/vinhetas.

As inscrições estão abertas e vão até 15 de julho.

As vinhetas serão publicadas na página http://canalcurta.tv.br/pt/vinhetas em

ordem aleatória com o objetivo de promover um termômetro de aceitação popular das peças.

A partir dessa avaliação, a equipe de jornalismo, programação e editores do canal escolherão

as melhores com base nos critérios de originalidade e estética. O logo do Canal Curta! não

pode sofrer grandes alterações, devendo sempre ser facilmente reconhecida.

O resultado será divulgado no dia 1º de agosto no site do Canal Curta!,

na programação do Canal, nas redes sociais e na imprensa.

Sobre o Curta!

Dedicado às artes, cultura e humanidades, o Curta! é um canal independente que acolhe a

experimentação e se orgulha de ser um parceiro dos realizadores, artistas, criadores e produtores

independentes. Com o compromisso de transmitir 12 horas por dia de programação nacional

independente, os principais segmentos temáticos da programação são música, dança, teatro,

artes visuais, meta-cinema, filosofia, literatura, história-política e sociedade.

O Curta! pode ser visto nos canais 56 da NET, 83 na GVT, 75 na Oi TV, 103 na Vivo

TV e 69 na Claro TV. Siga as redes do canal nos

endereços: www.facebook.com/CanalCurta, twitter.com/CanalCurta e www.youtube.com/user/canalcurta.
Saiba mais em http://www.canalcurta.tv.br.

Siga-nos no Twitter @agfebre e no facebook.com/agfebre

+ PRÊMIOS PLATINO:
CERIMONIA DE ENTREGA
ACONTECERÁ EM PUNTA
DEL ESTE, URUGUAI,
NO DIA 24 DE JULHO.

**BILHETERIAS BRASILEIRAS
Fonte: Boletim Filme B
Data: 08-06-16
Assinaturas: filmeb

ESTREIAS:

Uma Loucura de Mulher…………………..52.265
O Outro Lado do Paraíso…………………….1.359
Campo Grande…………………………………….1.331

CONTINUAÇÕES:

Nise, o Coração da Loucura………………..133.047
Espaço Abramovich………………………………10.605
Ponto Zero………………………………………………4.176

*****Um final de semana com muito frio no Sudeste (São Paulo está gelada) e no Sul. Bilheterias fracas. Até para blockbusters norte-americanos. O filme sobre a Doutora NISE, em sua sétima semana em cartaz, teve queda significativa. Mas continua em 32 salas (não em todos os horários). E com média de espectadores — 140 por sala — melhor que a de filmes recém-estreados. **** O filme de Roberto Berliner conseguiu o que poucos filmes brasileiros conseguem: sair do gueto cultural, ou seja, dos espaços dos cadernos dois. Semana passada, o filme motivou execelente coluna de duas páginas, da articulista política Maria Cristina Fernandes, no Valor Econômico, e artigo na Revista da Fundação Fiocruz-Rio. Em sete semanas em cartaz, o longa ficcional conseguiu público similar ao do espanhol TRUMAN, com Ricardo Darín e Javier Cámara (este com 134.236, em
cartaz há oito semanas).

******”MAIS FORTE QUE
O MUNDO – A HISTORIA
DE JOSÉ ALDO”: O FILME PASSARÁ
DO MILHÃO DE ESPECTADORES?

Na minha opinião, sim. Vi o filme — o terceiro longa do santista Afonso Poyart, diretor do superestimado “Dois Coelhos” e da frustrada produção norte-americana (estrelada por Antony Hopkins), “Presságio de um Crime” — e participei de movimentadíssima coletiva, no começo da tarde de ontem, em São Paulo, com o cineasta e seus atores (José Loreto, o “José Aldo”, Cleo Pires, Claudia Ohana, Paloma Bernardi, Jackson Antunes e Milhem Cortaz). A Black Maria, produtora de Poyart, associou-se à Paris Filmes e à O2 de Fernando Meirelles, e fez um filme que parece uma mistura de “Cidade de Deus”, com “2 Filhos de Francisco” e dramas sobre pugilistas (aqueles que saem da pobreza extrema até conhecer a glória). O filme não tem, claro, a mesma força de CDD, nem de 2FF. Mas convence como cinema popular e explora razoavelmente bem seus três eixos narrativos: a história de um manauara que deixa a Amazônia para vencer no Rio, sua relação mal resolvida com o pai (apesar do psicologismo de almanaque) e sua história de amor com Vivi, que viria a ser sua esposa. Poyares consegue ótimo (convincentes chutes e joelhadas voadoras) resultado nas lutas no octógono (filmadas com cinco câmeras), o elenco (preparado por Fátima Toledo) rende bem, as locações estão de olho no mercado internacional (a vista para o Atlântico a partir da Rocinha, onde Zé Aldo mora com Vivi, é turístico-deslumbrante e Santos e Heliópolis se passam, com louvor, por Manaus). Como o filme custou R$6,5 milhões, não havia grana para complexos deslocamentos até a Amazônia. Milhem Cortaz está ótimo (até minimalista!!!) como o treinador de Zé Aldo. E emociona ver ALDO BUENO, de “A Próxima Vítima” e “Boleiros” (Paulinho Majestade), interpretando Sabará, um negro bem-vivido e cheio de tiradas de humor. A trilha sonora tem Jorge Ben, Simonal, “Baby”, de Caetano, na voz de Gal. Parece saída de CDDeus. Aliás, o filme de Meirelles é homenageado abertamente com sequências na favela lideradas por Jonathan Haagensen. *** Na coletiva, um empolgado José Loreto derramava alegria. Já começou confessando: “Esta é minha primeira… — como é que se diz?? – “junket” (coletiva de imprensa seguida de maratona de entrevistas individuais com veículos selecionados). Quem, também, arrancou risos foi Jackson Antunes, que faz o gênero matuto tranquilo: “quando me disseram que a Fátima Toledo ia preparar o elenco, pensei: ‘ih, dizem que esta mulher dá choque, morde, prende a gente na sala, ai, ai”. E, com sorriso largo, admitiu: “Ganhei uma nova amiga, uma querida, ela é danada, uma tourona brava que deixa a gente a 120 volts na hora de filmar”.

*** OLHAR DE CINEMA 2016 – ANO 5
www.olhardecinema.com.br

. Mostras competitivas

. Homenagem ao argentino

Matías Piñeiro (o realizador

ministrará masterclass)

. Homenagem à memória

de Luiz Sérgio Person.

. Mostra Olhares

Clássicos (Núcleo Histórico)

. Mirada Paranaense

FILME DE ABERTURA

OPERAÇÃO AVALANCHE | OPERATION

AVALANCHE, de Matt Johnson (2016) *Estreia latino-americana

FILME DE ENCERRAMENTO

A COMUNIDADE | THE COMMUNE, de

Thomas Vinterberg *Estreia Brasileira

COMPETICÃO INTERNACIONAL
DE LONGAS-METRAGENS:

A competição do Olhar de Cinema (Festival Internacional de Cinema de Curitiba) reúne, este ano, dez longas-metragens, sendo três brasileiros — “O Estranho Caso de Ezequiel”, de Guto Parente, “Eles Vieram e Roubaram Sua Alma”, de Daniel de Bem, e “A Cidade do Futuro”, de Cláudio Marques & Marília Hughes.

Os três representantes nacionais são 100% inéditos e vão disputar o prêmio de melhor longa-metragem com o chinês “Um Outro Ano”, de Shengze Zhu, o chileno “O Vento Sabe Que Eu Volto para Casa”, de José Luis Torres Leiva, o paraguaio (com co-produção da Holanda, Chile e Quatar, “A Última Terra”, de Pablo Lamar, o canadense-germânico “Gulîstan, Terra de Rosas”, de Zaynê Akyol, o austríaco “Irmãos da Noite”, de Patric Chiha, o francês “Maestà”, de Andy Guérif, e o italiano “Antonia”, de Ferdinando Cito Filomarino.

Além do Prêmio Olhar de Melhor Filme, o juri atribuirá um Prêmio Especial e Prêmio Contribuição Artística. Os participantes do Festival elegerão o filme que fará jus ao Prêmio do Público. O Prêmio da Crítica será atribuido por juri da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine). O Centro Pompidou, de Paris, atribuirá o prêmio Prêmio Hors Pistes.

+ HOJE, QUARTA-FEIRA,
DIA 8: ABERTURA DO
“OLHAR DE CINEMA” – FESTIVAL
INTERNACIONAL DE CURITIBA

+ PRÊMIOS PLATINO:
CERIMONIA DE ENTREGA
ACONTECERÁ EM PUNTA
DEL ESTE, URUGUAI,
NO DIA 24 DE JULHO.

***** ASSISTA A ESTE VIDEO
sobre o Conselho Curador da EBC
EMPRESA BRASILEIRA DE COMUNICAÇÃO
TV BRASIL – RADIO MEC- AGENCIA DE NOTICIA

https://www.youtube.com/watch?v=4K1jI6-GMmw

+ FESTIVAL VARILUX DO
CINEMA FRANCÊS COMEÇA
HOJE, QUARTA-FEIRA, EM
50 CIDADES BRASILEIRAS

+ REVISTA
DE CINEMA 129:
exemplares para
não-assinantes disponíveis
nas Bibliotecas da
Rede Pública do
Município de São Paulo
e no Circuito SPCINE.

+ EM DEZEMBRO DE 2016,
CENTENARIO DE PAULO EMILIO.
EM JANEIRO DE 2017,
CENTENARIO DE ANTONIO CALLADO.

+ ACESSE O CADERNO DE CINEMA,
BLOG EDITADO POR
JORGE ALFREDO GUIMARÃES
www.cadernodecinema.com.br

+ LIVRO SOBRE A
GERAÇÃO MARIA ANTONIA:
Recomendação doméstica: Confiram, no Caderno 2,
do Estadão (06-06-16), resenha que Luiz Fernando Zanin
Oricchio escreveu sobre “Um Mundo Coberto de Jovens”

+ LÍRIO FERREIRA
DIRIGE DVD DO RAPPA
(AMBIENTADO NA MAGNÍFICA OFICINA BRENNAND):
O Segundo Caderno de O Globo (ontem, 06-06-16) dedicou ótima matéria ao DVD do grupo de Marcelo Falcão, salpicada com ótimas (e divertidas) declarações do ultra-bem-humorado Francisco Brennand, que caminha para seus bem-vividos 90 anos.

Anúncios