************* BETH CARVALHO FESTEJA SEUS 70 ANOS + ECAD CITA OS QUATRO MAIORES HITS DA ARTISTA + “BETH CANTA O SAMBA DA BAHIA”, INCLUINDO “O OURO E A MADEIRA”, DE EDERALDO GENTIL (ver nota e foto abaixo)

************** LEIAM, HOJE, SEM FALTA, AS COLUNAS DE
VERISSIMO E JANIO DE FREITAS: IMPRESCINDÍVEIS
PARA SE ENTENDER O “TEATRO/A ENCENAÇÃO”
QUE ESTAMOS VIVENDO

************HOJE, EM OLINDA, MANIFESTAÇÃO EM
DEFESA DO CINE OLINDA, O UNICO CINEMA DA CIDADE,
FECHADO HÁ 40 ANOS E COM REABERTURA ADIADA,
ADIADA, ADIADA….

********NO ALMANAKITO, FLASHES
SOBRE A VIGESIMA EDIÇÃO
DO CINE PE 2016

********* AMANHÃ, SEXTA-FEIRA,
15hOO, NO HOTEL SETE
COLINAS, EM OLINDA, O CINE PE 2016 PROMOVE
DEBATE SOBRE “A IMAGEM DO
NORDESTE NO CINEMA BRASILEIRO”.
OS ATORES MAEVE JINKINGS E RENATO
GÓES ESTARÃO NA MESA COMO
DEBATEDORES. O DEBATE CONTARÁ COM SANDRA
BERTINI (moderadora) e MARIA
DO ROSARIO CAETANO (EXPOSITORA).

***** HOJE, no JORNAL DO
COMERCIO, O JORNALISTA E CRITICO
CINEMATOGRAFICO ERNESTO
BARROS COMENTA A POLITIZADA
NOITE DE TERÇA-FEIRA, NO CINE PE ANO XX. AO FALAR DO
PERNAMBUCANO DANIEL ARAGÃO, RADICADO
TEMPORARIAMENTE NOS EUA,
AUTOR DE UM DOS CURTAS DA
COMPETIÇÃO NACIONAL, BARROS REGISTRA:
” … No mesmo dia
da apresentação do filme, Daniel (Aragão) publicou
diálogos de cineastas recifenses, até outro dia amigos
dele, que criticam o conteúdo de seus posts no Facebook”.

*****FEST GRAMADO 2016:
INSCRIÇÕES ABERTAS.

*****LEIAM, NO SITE DA ABRACCINE, TEXTO SOBRE
A PERDA DO CRITICO CHRISTIAN PETERMANN, QUE
NOS DEIXOU, NO ÚLTIMO DIA 3, AOS 49 ANOS.

**********A cantora BETH CARVALHO

completa, hoje, 70 anos. Para comemorar a data, sugiro aos que admiram o trabalho da artista botafoguense, que ouçam o belo disco BETH CARVALHO E O SAMBA DA BAHIA, gravado em 2007, no Teatro Castro Alves, em Salvador, com os maiores nomes do samba baiano, de Gil & Caetano a Maricene Costa e Margareth Menezes. No repertório, uma joia que não pode ser esquecida: O OURO E A MADEIRA, do saudoso EDERALDO GENTIL. Este misterioso samba estourou, na década de 1970, em antológica gravação dos ORIGINAIS DO SAMBA, grupo que tinha MUSSUM entre seus integrantes. O Ecad investigou quais são as musicas mais tocadas de BETH, em nossos dias (aliás de 2011 para cá): ANDANÇA, VOU FESTEJAR, COISINHA DO PAI e AS ROSAS NÃO FALAM. Li uma bela nota sobre o assunto na coluna do crítico musical de JORNAL DO COMERCIO, DO RECIFE, José Teles.

Enviado do Ipad de Rosário

Anúncios