CINECEARÁ 2014 — O ator Nelson Xavier encontra, no CineCeará, o cineasta e organizador da Jornada de Cinema da Bahia, Guido Araújo (foto abaixo). Nelson vai receber, assim como a atriz Deborah Secco e o cineasta João Batista de Andrade já o fizeram, o TROFEU EUSELIO OLIVEIRA. Guido Araujo receberá Homenagem da Apecênenen (assim o ex-ministro Gilberto Gil chamava carinhosamente a Associação de Produtores e Cineastas do Norte e Nordeste). Seus curtas documentais serão exibidos em Fortaleza e será lançado catálogo de sua obra organizado por Jorge Alfredo Guimarães. Semana que vem, Guido vai ao Rio de Janeiro encontrar-se com Nelson Pereira dos Santos, para falarem sobre as comemorações dos 60 Anos de RIO 40 GRAUS (1955-2015). Guido integrou a CELULA ALINOR AZEVEDO, que realizou, na segunda metade dos anos 50, além de “Rio 40 Graus”, o longa RIO ZONA NORTE.
Nelson Xavier, por sua vez, está participando do segundo longa-metragem de Vinicius Coimbra (o mesmo do remake de A Hora e Vez de Augusto Matraga). O novo filme inspira-se “na peça escocesa”, de Shakespeare (Macbeth). A história, trazida ao mundo contemporâneo, tem locações no Brasil e no Uruguai (Punta del Este). Nelson interpreta um banqueiro. Nos papeis de protagonistas, estão Ana Paula Arósio e Gabriel Braga Nunes. O CineCeará vai homenagear, também, com o Prêmio Eusélio Oliveira, o cineasta argentino Daniel Burman. Este ano, o festival homenageia o Cinema Argentino, que inclusive é tema da vinheta, embalada por tango e realizada pelo NUCA (Núcleo de Animação da UFCE, Universidade Federal do Ceará).

Enviado via iPad de Rô Caetano